Sábado, 19 de Janeiro de 2019

O Repórter

Amanda Nunes nocauteia Cyborg e leva título dos penas do UFC

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 30 de dezembro de 2018 às 07:00

INGLEWOOD, EUA (OREPORTER.COM) - Amanda Nunes faz história no Ultimate Fighting Championship. Na madrugada deste domingo (30), a brasileira derrotou a compatriota Cris Cyborg e passou a ser a nova campeã dos penas da entidade. A luta foi o mco-main event do UFC 232, realizado no The Forum, na Califórnia.

A vitória foi feita em pouco tempo. Em uma luta que começou com franca trocação, Amanda Nunes levou a vantagem e conectou fortes socos no queixo da oponente. Com mais um golpe, Cyborg foi ao chão, e a luta foi dada por encerrada aos 51 segundos do primeiro round.

"Meu técnico sempre disse para ficar calma, que quando minha mão direita entrasse ele iria para o chão. Eu esperava que a luta terminasse desse jeito. Sou a primeira mulher a ser campeã de duas categorias do UFC. Eu falei a vocês, eu sou a maior. Dana, quero ir para o Hall da Fama", disse a "Leoa".

Amanda Nunes torna-se a primeira mulher a ser campeã em duas categorias no UFC. Ela também tem o título da categoria dos penas.

Jon Jones vence e se torna campeão dos meio-pesados

Na categoria dos meio-pesados, Jon Jones voltou com tudo. Ele derrotou o sueco Alexander Gustafsson e retomou o título da categoria. A vitória veio por nocaute, com um fortíssimo ground and pound no terceiro assalto.

O cinturão da categoria estava vago após Daniel Cormier ser campeão nos pesados. Jon Jones volta a ser campeão linear na categoria após mais de três anos, quando perdeu o título por problemas extra-luta. Em 2016, ele havia conquistado o cinturão interino, mas uma flagra no exame antidoping após a defesa contra Daniel Cormier, no ano seguinte, o tirou novamente do octógono.

Todos os resultados

CARD PRINCIPAL

Jon Jones venceu Alexander Gustafsson por nocaute aos 2m02s do 3º round;

Amanda Nunes venceu Cris Cyborg por nocaute aos 51s do 1º round;

Michael Chiesa venceu Carlos Condit por finalização (kimura) aos 56s do 2º round;

Corey Anderson venceu Ilir Latifi por decisão unânime (triplo 29-28);

Alexander Volkanovski venceu Chad Mendes por nocaute técnico aos 4m14s do 2º round;

CARD PRELIMINAR

Walt Harris venceu Andrei Arlovski por decisão dividida (27-30, 29-28 e 29-28);

Megan Anderson venceu Cat Zingano por nocaute técnico aos 1m01s do 1º round;

Petr Yan venceu Douglas D'Silva por nocaute técnico aos 5m do 2º round;

Ryan Hall venceu BJ Penn por finalização (chave de calcanhar) aos 2m46s do 1º round;

Nathaniel Wood venceu Andre Ewell por finalização (mata-leão) aos 4m12s do 3º round;

Uriah Hall venceu Bevon Lewis por nocaute aos 1m32s do 3º round;

Curtis Millender venceu Siyar Bahadurzada por decisão unânime (29-28, 29-28 e 30-27);

Montel Jackson venceu Brian Kelleher por finalização (triângulo de mão) aos 1m40s do 1º round.

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: