Quarta, 13 de Dezembro de 2017

O Repórter

Após mais de 30 anos, Alfa Romeo volta para a F1

Marca italiana fechou parceria com a Sauber

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 29 de novembro de 2017 às 12:21
EPA

TURIM, ITA (ANSA) - Após ficar 33 anos fora da Fórmula 1, a Alfa Romeo anunciou nesta quarta-feira (29) que fechou uma parceria com a Sauber e estará nas pistas a partir de 2018.

O nome da equipe será Alfa Romeo Sauber F1 Team e o acordo plurianual prevê a cooperação em "nível estratégico, comercial e tecnológico".

"A parceira permitirá uma troca de informações de engenharia e 'know-how' técnico, e trará novas oportunidades para as duas organizações com a Fórmula 1 e além", diz a nota oficial no site da Sauber.

O retorno da Alfa Romeo à categoria era ventilado desde o ano passado, com o presidente da Ferrari e CEO da Fiat Chrysler Automobiles (FCA), Sergio Marchionne, dando diversas declarações sobre um possível retorno. Para 2018, as unidades de potência da Sauber serão da Ferrari.

"O acordo com a Sauber F1 Team é um passo significante no redesenho da marca Alfa Romeo, que retorna para a F1 após uma ausência de mais de 30 anos. Uma marca histórica que ajudou a fazer a história desse esporte, Alfa Romeo vai se juntar a outros grandes fabricantes de carros que participam da Formula 1", disse Marchionne em nota.

Segundo o CEO da FCA, "ao mesmo tempo, os fãs da Alfa Romeo poderão mais uma vez ter a oportunidade de apoiar uma fabricante que está determinada a começar a escrever um empolgante novo capítulo em sua histórica única e lendária".

A marca italiana esteve na principal categoria do automobilismo entre os anos de 1950 e 1988, como construtora e fornecedora de motores. Já nos seus anos de estreia, ela conquistou o Mundial de Pilotos com Nino Farina e Juan Manuel Fangio.

Entre 1961 e 1979, a Alfa Romeo forneceu motores para diversas equipes e, em 1979, retornando como construtora, ficou na 6ª colocação entre as equipes.

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: