Domingo, 17 de Dezembro de 2017

O Repórter

Fergie incorpora o ritmo brasileiro e 'incendeia' o Rock in Rio com Pablo Vittar

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Ralph Guichard - 17 de setembro de 2017 às 00:30
Fotos: Adriano Ishibashi / OREPORTER.COM

RIO DE JANEIRO (OREPORTER.COM) - A cantora norte-americana Fergie colocou a Cidade do Rock abaixo em uma apresentação recheada de surpresas neste sábado (16). Com muita sensualidade, talento e simpatia, a artista ganhou a confiança do público ao convidar duas atrações brasileiras para o show no Palco Mundo do Rock in Rio: Pablo Vittar e Sérgio Mendes.

Logo no início, era clara a tentativa de transformar a apresentação em um espetáculo bem elaborado. Com efeitos especiais, figurino caprichado e muitas coreografias, Fergie também mostrou que está em plena forma física, aos 42 anos.

Apesar das longas pausas para trocas de roupa, que esfriavam a atenção dos espectadores, Fergie trouxe para o festival o principal momento desta edição até agora. Pablo Vittar subiu ao palco e se juntou à norte-americana em "Glamorous". E não parou por aí. Ainda tomou conta do microfone e cantou "Sua cara", principal sucesso do momento, em parceria com Anitta, enquanto Fergie "se acabava" na dança. Depois, foi a vez de Sergio Mendes sentar ao piano e interpretar "Mas que nada".

Além da habilidade na dança e no rap, Fergie mostrou que o talento não se resume ao carisma. A artista superou os diversos problemas no som do festival - chegou a trocar de microfone três vezes e ainda interromper o show - para soltar a voz em "Big girls don't cry". No fim, com a bandeira brasileira, fez a festa com "I gotta feeling", relembrando os tempos de vocalista do "The Black Eyed Peas".

O encerramento do Palco Mundo fica por conta do Maroon 5, que se apresenta pela segunda vez nesta edição de Rock in Rio.

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: