Sábado, 19 de Janeiro de 2019

O Repórter

Finalizações e pedido por disputa de cinturão marcam o último SFT de 2018

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 16 de dezembro de 2018 às 11:11

SÃO PAULO (OREPORTER.COM) - O Standout Fighting Tournament (SFT) fechou o ano de 2018 com chave de ouro. Em sua oitava edição, a organização presidida por David Hudson provou mais uma vez porque é considerada o principal evento de MMA do Brasil. Com 14 lutas de tirar o fôlego, entre amadoras e profissionais, o SFT levantou o público que lotou, neste sábado (15), as dependências do Clube Hebraica, em São Paulo (SP). Os destaques da noite ficaram por conta das vitórias de Rene “Soldado”, Marcus “Jon Jones”, Wellinton “Predador” e Isabela de Pádua.

Rene “Soldado” passou por cima de Thiago “Monstro” na luta principal do SFT 8. Aplicando um duro knockdown logo no início do duelo, Soldado foi para cima, pegou as costas de Monstro e aplicou um justo mata-leão. Thiago acabou não resistindo e foi obrigado a dar os três tapinhas. Com a vitória, o lutador da Power Lotus chegou ao 18ª triunfo em sua carreira, sendo 14 por finalização.

“Treinei muito para essa luta e agradeço a Deus pela vitória. Não é fácil estar aqui, tenho três filhos. São muitas coisas para conciliar. Mas eu amo o que eu faço. Minha equipe e minha família me deram todo suporte que precisava. David (Hudson) quero o cinturão dos médios”, pediu Rene ao presidente do Standout Fighting Tournament.

Marcus “Jon Jones” vence Kevem Felipe e desafia Cléber Souza

Na melhor luta da noite, Marcus “Jon Jones” mostrou porque é apelidado com o nome do ex-campeão meio-pesado do UFC. Apresentando uma grande variedade de golpes, Marcus castigou Kevem Felipe durante todo o duelo. Perto do fim do segundo round, o atleta do CT China Team encaixou um belo triângulo de mão e deu números finais ao combate. Após o anúncio da vitória, Marcus “Jon Jones” desafiou o atual campeão dos médios e meio-médios da organização.

“Cleber Souza você fez história no MMA nacional, tenho muito respeito por você. Mas eu quero o cinturão dos meio-médios do SFT”, afirmou Marcus.

Wellinton “Predador” bate Jânio “Vitamina” na decisão dos árbitros

Em duelo bastante equilibrado Wellinton “Predador”, de apenas 19 anos, conseguiu derrotar Jânio “Vitamina” por decisão unânime dos juízes laterais. Para sair vitorioso, Wellinton teve que ter muito sangue frio. Nos três rounds, Jânio chegou muito perto de finalizar o duelo no solo, encaixando posições muito justas. Porém, demonstrando um jiu-jitsu bastante refinado, Wellinton Predador defendeu as tentativas de seu adversário, conseguindo assim boas progressões para trabalhar no ground and pound e pontuando bastante nos golpes traumáticos. 

“Venho trabalhando muito duro e essa vitória é fruto de todo esforço que venho fazendo nos treinamentos na Iron Brothers. Sou muito novo ainda e tenho muito para crescer. Meu foco é conquistar o cinturão do SFT, mas sei que ainda tenho muito a evoluir até lá”, confessou Predador.

Isabela de Pádua finaliza Ana Carolina no segundo round

Abrindo o card principal do SFT 8, Isabela de Pádua, atleta do Team Nikolai, do mestre Paulo Nikolai, conquistou uma grande vitória diante da revelação Ana Carolina Nascimento, representante da Bronxs Fight Team. Após um primeiro round bastante equilibrado, Isabela voltou decidida a encerrar o combate. Impondo um forte ritmo, a lutadora encaixou uma linda guilhotina, conquistando assim a sua segunda vitória no MMA profissional.

“Estou muito feliz! Já sabia que ela tentaria me colocar para baixo. Minha estratégia era manter a distância e trabalhar meus golpes. Estou sempre pronta para tudo, a chance da finalização apareceu e não desperdicei a oportunidade”, disse Isabela de Pádua.

RESULTADOS COMPLETOS

CARD PROFISSIONAL

Rene “Soldado” venceu Thiago “Monstro” por finalização (mata-leão) aos 02m29s do 1º round

Marcus “Jon Jones” venceu Kevem Felipe por finalização (triângulo de mão) aos 04m51s do 2º round

Wellinton “Predador” venceu Jânio “Vitamina” por decisão unânime dos árbitros

Isabela de Pádua venceu Ana Carolina por finalização (guilhotina) aos 02m08s do 2º round

Maurício Ruffy venceu Rafael “Sonic” por nocaute técnico aos 01m08s do 2º round

Cícero “Gardenal” venceu Zé Doido por nocaute técnico aos 04m29s do 3º round

André “Deh Loco” venceu Hemirson Oliveira por finalização (guilhotina) aos 01m37s do 2º round

Adriano “Nasa” venceu Rômulo “Baiano” por decisão dividida dos árbitros

José “Baianinho” venceu Cleberson Melo por nocaute técnico aos 03m43s do 2º round

Paulo César “PC” venceu Rafael “Pirulito” por decisão unânime dos árbitros

Élcio “Bolado” venceu Clayton Monteiro por finalização (guilhotina) aos 04m59s do 1º round

CARD AMADOR

Hélio Nunes venceu Fernando José por decisão unânime dos árbitros

Thiago Philipe venceu Leandro “Soldado” por decisão dividida dos árbitros

Bianca Martins venceu Camila Marques por finalização (armlock) aos 01m00s do 1º round

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: