Terça, 17 de Julho de 2018

O Repórter

Jaspion completa 30 anos no Brasil e ainda traz novidades ao público

Veja 25 informações e curiosidades sobre o personagem que virou sinônimo de herói japonês no Brasil

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Rafael Max - 22 de fevereiro de 2018 às 19:10
Divulgação
Jaspion virou sinônimo de herói japonês no Brasil

RIO (OREPORTER.COM) - Há 30 anos chegava, sem muitas pretensões, o seriado japonês "Jaspion" ao Brasil. O que só seria mais uma atração na grade da Rede Manchete acabou iniciando uma verdadeira invasão japonesa na televisão aberta.

Além de impulsionar outros seriados por aqui, "Jaspion" trouxe vários produtos derivados, como quadrinhos, fitas de vídeo, brinquedos, entre outros. Além disso, o seriado foi reprisado diversas vezes, o que fez o personagem-título se tornar o arquétipo do super-herói japonês na visão dos brasileiros.

O sucesso é tanto, que o seriado vai ganhar uma versão brasileira para os cinemas. Foi o que anunciou a distribuidora Sato Company nesta quarta-feira (22), para comemorar os 30 anos do seriado no Brasil.

Para quem não conhece, saiba um pouco mais sobre como foi o fenômeno "Jaspion" em seu auge, além de algumas curiosidades sobre a série:

1 - Jaspion estreou no Japão em 15 de março de 1985, mas só chegou no Brasil em 22 de fevereiro de 1988.

2 - No Brasil, Jaspion chegou junto com "Changeman", um seriado da franquia Super Sentai, aquela que inspirou os Power Rangers mais tarde.

Changeman

3 - Jaspion foi exibido inicialmente dentro do "Clube da Criança", programa que era apresentado na época por Angélica.

O `Clube da Criança´, com Angélica (Foto: Reprodução)

4 - Na verdade, o nome transliterado do seriado do japonês para o alfabeto latino é "Juspion", uma fusão  com as palavras "Justice" e "Champion". Como a pronuncia inglesa dos japoneses costuma ser mais "aberta", acabou ficando Jaspion mesmo.

5 - Jaspion conta a história do personagem interpretado por Hikaru Kurosaki. Ele é encarregado pelo profeta Edin a combater as forças do vilão Satan Goss. Assim, ele recebe a companhia da robô Anri (Kiyomi Tsukada) e viaja a bordo da nave Daileon.

Hikaru Kurosaki e Kiyomi Tsukada em `Jaspion´ (Foto: Reprodução)

6 - Após passar por diversos planetas, Jaspion chega à Terra. Lá, ele percebe que o planeta é habitado por diversos monstros. Como o próprio narrador já indica, "Satan Goss tem o poder de enfurecer os seres e transformá-los em monstros incontroláveis".

Satan Goss, o vilão de Jaspion (Foto: Reprodução)

7 - Quando Satan Goss enfurecia os monstros, acontecia um dos momentos mais esperados pelos fãs: a nave de Jaspion virava o robô Gigante Guerreiro Daileon.

O robô Daileon (Foto: Reprodução)

8 - E falando em Daileon, a música mais lembrada do seriado é a de quando o robô surge em cena. E não só pela versão "legendada" que circulou na era pré-Youtube da internet...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

9 - A canção "Chou Wakusei Sentou Bokan Daileon" é cantada por Akira Kushida, um artista que é especializado em cantar músicas para seriados japoneses. A voz dele também pode ser ouvida nos temas de abertura de "Jiraiya" (1985) e "Jiban" (1988). Além disso, o cantor já esteve no Brasil, chegando a fazer uma apresentação com o grupo Família Lima.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

10 - Outro fator de destaque era a dublagem, feita pelos estúdios Álamo (que também traduziu outros seriados japoneses de sucesso no Brasil). O personagem-título ficou a cargo de Carlos Takeshi, conhecido pelas propagandas no canal Shoptime, além de participações em novelas como "O Rei do Gado" (1996), "Belíssima" (2005) e "Sol Nascente" (2016).

 O dublador Carlos Takeshi (Foto: Reprodução)

11 - Antes de Jaspion, não havia muitas novidades sobre exibições de seriados japoneses no Brasil. O SBT, por exemplo, ainda passava "Spectreman" (foto), de 1971. Muito antes, atrações como "National Kid" e "Ultraman" davam o ar da graça na televisão brasileira.

Spectreman era a grande atração japonesa antes da chegada de Jaspion (Foto: Reprodução)

12 - Jaspion é o quarto seriado da franquia "Metal Heroes", os famosos heróis de metal da Toei. O seriado reunia os conceitos dos outros três programas - Gavan, Sharivan e Shaider -, mas não era uma continuidade dos antecessores.

Sharivan, Gavan e Shaider, os três primeiros Metal Heroes (Foto: Reprodução)

13 - No Japão, Jaspion teve uma repercussão mediana, pois era um formato que já não era uma novidade para os japoneses. Já no Brasil, provocou uma nova onda de seriados orientais.

14 - Emissoras concorrentes não perderam tempo e correram atrás dos produtos orientais. A Bandeirantes, por exemplo, exibiu Metalder, Sharivan e Goggle V. Já a Globo passou Gavan, Shaider e Bicrossers. A própria Manchete exibiu outros seriados, como Flashman, Jiraiya, Maskman, Patrine, Cybercops, etc.

15 - Produtos derivados de Jaspion foram lançados aos montes no Brasil, como brinquedos e álbuns de figurinhas. A gravadora carioca Top Tape lançou um disco com a trilha sonora do programa.

Um LP do Jaspion chegou a ser lançado (Foto: Reprodução)

16 - Outro produto conhecido era a revista em quadrinhos do herói. Para a felicidade dos fãs, havia os crossovers, que eram os encontros com outros personagens japoneses. Um exemplo eram as histórias de Jaspion com os Changeman, por exemplo.

Jaspion e os Changeman (Foto: Reprodução)

17 - Quem não se recorda do circo-show do Jaspion? A armadura original veio ao Brasil para compor o show que fez a alegria de muitas crianças nos anos 1980 e 1990.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

18 - Muito comum nos anos 1980 e 1990 eram os artistas infantis lançarem músicas sobre os heróis do momento. O Trem da Alegria já fez uma música sobre o Jaspion e Changeman, ouça:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

19 - Para esticar ao máximo o sucesso do personagem, a Manchete postergou a exibição dos últimos episódios de Jaspion. Tanto que a emissora só foi mostrar a conclusão da série já em 1990.

20 - Ator principal do seriado, Hikaru Kurosaki era dublê antes de estrelar Jaspion e está desligado do mundo artístico. Intérprete da robô Anri, Kiyomi Tsukada também está afastada do meio. Ela também é conhecida pelos brasileiros por ter participado do elenco de "Machineman", de 1984, exibido por várias vezes na Rede Record durante a década de 1990.

Kiyomi Tsukada também participou de `Machineman´ (Foto: Reprodução)

21 - Intérprete de Boomerman, um dos aliados do Jaspion, Hiroshi Watari também estrelou outros seriados conhecidos pelo público brasileiro. Ele foi o Sharivan, de 1983, e Spielvan, de 1986. Este último chegou ao Brasil como "Jaspion 2", aproveitando o sucesso do anterior, mas não tinha qualquer relação com Jaspion em sua história. O ator ainda é ativo na área, tendo aparecido em produções japonesas dos anos 2000.

Hiroshi Watari como Boomerman (Foto: Reprodução)

22 - Além da Manchete, Jaspion foi exibido na Rede Record durante a década de 1990. O seriado também teve uma breve passagem pela CNT.

23 - Em 2009, Jaspion foi lançado em DVD no Brasil. Na época, a empresa Focus Filmes trouxe o seriado completo em dois boxes.

O DVD de Jaspion (Foto: Reprodução)

24 -  Jaspion teve breve uma reaparição no Japão em um filme lançado em 2017. Nele, MacGaren, um dos vilões de Jaspion, coloca os Dekarangers (base dos Power Rangers SPD nos Estados Unidos) para enfrentar o detetive espacial Gavan, o primeiro Metal Hero.

Jaspion teve uma breve reaparição em 2017 (Foto: Reprodução)

25 -  Atualmente, o seriado é distribuído pela Sato Company. Recentemente, a empresa anunciou que fará uma versão 100% brasileira do personagem para ser lançado nos cinemas. O remake tem aval da Toei, dona dos direitos da série, e promete apresentar o herói aos mais jovens. A previsão é que o filme seja lançado em meados de 2019.

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: