Segunda, 23 de Outubro de 2017

O Repórter

Morre o jornalista Marcelo Rezende, aos 65 anos

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 16 de setembro de 2017 às 19:20
Divulgação

RIO DE JANEIRO (OREPORTER.COM) - Morreu neste sábado (16), aos 65 anos, o jornalista Marcelo Rezende. Ele enfrentava um câncer no pâncras e no fígado e estava afastado da televisão desde maio, quando revelou que estava com um câncer no fígado e no pâncreas.

Recentemente, o jornalista abandonou os tratamentos tradicionais e estava participando de retiros espirituais.

Marcelo nasceu em 1951, no Rio de Janeiro. Começou sua carreira na mídia impressa, tendo passagens peo Jornal dos Sports, O Globo e revista Placar. Na Rede Globo, chegou na década de 1980 e participou da área de esportes da emissora. Nos anos 1990, ganhou notabilidade pelas reportagens investigativas na área policial/criminal.

Uma delas foi em 1997, quando o "Jornal Nacional" mostrou cenas de violência envolvendo policiais na Favela Naval, em Diadema (SP). Em 1999, entrevistou o criminoso conhecido como "Maníaco do Parque", condenado por estuprar e matar seis mulheres em São Paulo.

Foi em 1999 que Rezende estrelou o "Linha Direta", na Globo. No prograna, ele apresentava casos criminais em que os acusados ainda estavam foragidos. 

Deixou a Rede Globo em 2002, indo apresentar o "Reporter Cidadão", na RedeTV. Entre 2004 e 2005, comandou o "Cidade Alerta", da Record. Voltou à RedeTV! para apresentar o "RedeTV News", principal telejornal da emissora. Teve ainda uma curta passagem pela Rede Bandeirantes, em 2010.

Rezende voltou à Record em 2010, onde participou de reportagens e apresentou o "Repórter Record". Em 2012, passou a apresentar o "Cidade Alerta", ficando até 2017.

Marcelo Rezende deixa quatro filhas e um filho.

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Comentários (1)
  • Carlos Solano (RJ)

    Uma grande perda!!!

    16/09/2017 08:19 Carregando...
Deixe seu comentário
Mensagem: