Domingo, 17 de Junho de 2018

O Repórter

Sinal analógico de TV aberta será desligado hoje na Baixada Santista

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 20 de dezembro de 2017 às 16:55

BRASÍLIA (Agência Brasil) - O sinal analógico da TV aberta será totalmente desligado nos nove municípios da Baixada Santista (Santos, São Vicente, Cubatão, Guarujá, Bertioga, Praia Grande, Mongaguá, Itanhaém e Peruíbe), no litoral de São Paulo, às 23h59, de hoje (20). Segundo dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), 72% das 143.138 famílias inscritas no Cadastro Único do Governo da região que têm direito a receber os kits com conversor, antenas e controle remoto da TV digital, já retiraram o equipamento.

Segundo o gerente da Regional da Anatel no estado de São Paulo, Sandro Almeida Ramos, para desligar o sinal analógico é avaliada a capacidade regional para receber o sinal digital. “A análise considera o número de residências que já estão aptas a receber o sinal digital. Consideramos toda a população e esse índice não pode ser menor do que 90%”.

São avaliadas ainda outras variáveis, como o número de pessoas cadastradas em programas sociais, mas que já têm uma TV digital em casa; a disponibilidade devido a pessoa que tem direito ao kit mas não vai buscar por algum motivo; e o número de kits distribuídos naquele conjunto de pessoas cadastradas em algum programa social.

Segundo Ramos, aqueles que têm direito de retirar o kit, mas ainda não retiraram, terão 30 dias depois do desligamento do sinal para buscar o equipamento. “Basta entrar em contato com a Seja Digital pelo número 147 e ir buscar o seu kit para instalar e ter o sinal de TV digital em casa”. A Seja Digital é uma instituição não governamental e sem fins lucrativos criada por determinação da Anatel para desenvolver a migração do sinal analógico para o digital, em parceria com emissoras de televisão e com o comércio.

Se, mesmo com o equipamento instalado corretamente, houver dificuldade para sintonizar algum canal, Ramos orienta a entrar em contato com a Seja Digital para buscar as orientações corretas, inclusive sobre a instalação do kit, da própria TV ou das emissoras digitalizadas para transmitir o sinal naquela região. "Isso é um trabalho de adequação também conduzido pela Seja Digital que transpassa esse momento de transição do desligamento. Alguns não digitalizaram seu sistema e estão fazendo nesse momento".

Ramos ressaltou que a digitalização do sinal da TV amplia consideravelmente a qualidade do sinal recebido, aspecto importante, tendo em vista que a televisão aberta é um entretenimento gratuito para a grande maioria das pessoas. “O aumento de qualidade desse serviço traz um conforto ao usuário”.

Segundo ele, com o uso do sinal digital, é possível liberar uma faixa de frequência ocupada pela TV analógica para que as operadoras de telefonia utilizem esses espaços para prestação de serviços de banda larga e telefonia com maior qualidade e capacidade de transmissão de dados. “Além disso, abre-se a possibilidade de trabalhar o sinal digital para outros serviços, futuramente”, disse.

As regiões de Bauru, Presidente Prudente e São José do Rio Preto, também em São Paulo, deverão ser digitalizadas no dia 28 de março de 2018, e mais 396 municípios do interior paulista terão unicamente sinal de TV Digital em 28 de novembro de 2018.

Já nas regiões de Campinas e do Vale do Paraíba, no interior do estado, o processo de desligamento começou no dia 29 de novembro com previsão para terminar em 17 de janeiro de 2018. Em Ribeirão Preto e Franca, o desligamento foi adiado para 31 de janeiro, mesma data para as regiões metropolitanas de Florianópolis (SC), Curitiba (PR) e Porto Alegre (RS).

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: