Domingo, 05 de Julho de 2020

O Repórter

A vida cristã é marcada pelo esforço, pela luta

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 26 de maio de 2020 às 14:35 (Atualizada em 26 de maio de 2020 às 14:36)

Por Monsenhor Jonas Abib*

“Ponho diante de ti a vida e a morte. A bênção e a maldição. Escolhe pois a vida” (Dt 30,19). Veja bem, Deus diz “ponho diante de ti”, porque Ele precisa de pessoas livres. Ele não quer pessoas levadas à força, teleguiadas ou que vão por instinto como os animais, não. Deus quer livre escolha, que a gente escolha o bem por amor, não na marra, obrigados. Por que a gente é tão cabeça dura? Primeiro, pelo pecado original que está em nós, infelizmente. É como um peso que ficou dentro da gente. 

Como disse São Paulo, com outras palavras, eu não me entendo, quero fazer o bem, mas acabo fazendo o mal. Eu escolho, eu quero fazer o bem, mas na hora “h” faço o mal. Isso acontece por causa do peso do pecado original que, infelizmente, nos puxa sempre para baixo. Por isso precisamos “fazer força”, a vida cristã é marcada pelo esforço, pela luta. 

O bem traz felicidade, alegria, paz, mas exige esforço, a gente não faz facilmente não, é uma ilusão.

A tentativa de conquistar a alegria, a felicidade e a paz sem esforço é algo passageiro e resulta em mal. A tentação está sempre aí para nos desviar. Todo esse sistema que está no mundo foi trazido pelo próprio maligno. É um sistema contra Deus, para nos levar ao mal, à infelicidade, tristeza, conflito, agonia, desespero e à morte. Quanta gente assim!

Graças a Deus, Jesus põe as coisas às claras, e Ele fala a quem quer segui-lo, ser seu discípulo, ser cristão: “primeiro renuncie-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me”. Infelizmente nosso ego foi marcado pelo pecado original, por isso, primeiramente, precisamos imprimir esforço em nós mesmos, para não cedermos à tentação.

Seu irmão,
Monsenhor Jonas Abib

*Fundador da Comunidade Canção Nova, presidente da Fundação João Paulo II, mantenedora do Sistema Canção Nova de Comunicação, em Cachoeira Paulista (SP) e reitor do Santuário do Pai das Misericórdias. É um dos religiosos que mais se destacou utilizando os meios de comunicação na ação evangelizadora da Igreja Católica, na América Latina. Autor de 57 livros, CDs e DVDs, além de várias palestras em áudio e vídeo.

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: