Domingo, 27 de Setembro de 2020

O Repórter

Acusado pela morte de Marielle é indiciado por tráfico internacional de armas

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 13 de julho de 2020 às 11:28 (Atualizada em 13 de julho de 2020 às 11:34)

RIO (OREPORTER.COM) - A Polícia Civil indiciou o PM reformado Ronnie Lessa sua filha pelo crime de tráfico internacional de armas. Ele é acusado de traficar peças de armas da China para serem montadas no Brasil desde 2014.

Ronnie está preso pelo envolvimento nos homicídios da veredadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. O crime ocorreu em 2018.

De acordo com o delegado titular da Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme), Marcus Amim, Ronnie Lessa comprava peças de armas da China pela internet. O material era comprado para os Estados Unidos, onde sua filha morava. Para a polícia, ela era responsável por trocar as embalagens originais, colocando em outras com o título "peças de metal" para enganar a fiscalização aeroportuária, o que facilitava a entrada para o Brasil.

Todo esse material, segundo a Polícia Civi, eram vendidas para narcotraficantes e milicianos.

Saiba mais

Fique por dentro das notícias do Rio de Janeiro seguindo as nossas redes sociais. Estamos no Facebook , no Instagram, no Twitter e no Telegram. Você também pode falar conosco pelo nosso WhatsappOREPORTER.COM, Informação de verdade na Internet.

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: