Quinta, 06 de Agosto de 2020

O Repórter

Al Sadd estreia com vitória sobre o Hienghène no Mundial de Clubes

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Rafael Max - 11 de dezembro de 2019 às 17:33 (Atualizada em 11 de dezembro de 2019 às 18:19)
Getty Images/Fifa
O Al Sadd venceu na primeira partida do Mundial

RIO (OREPORTER.COM) - Começou nesta quarta-feira (11) a edição 2019 do Mundial de Clubes, que está sendo realizado no Catar. No jogo de abertura válido pela fase preliminar, o Al Sadd, time da casa, venceu o Hienghène, da Nova Caledônia, por 3 a 1. O resultado só veio na prorrogação, após os 90 minutos iniciais terminarem em 1 a 1.

O Al Sadd é o time treinado pelo ex-jogador espanhol Xavi, vencedor da Copa do Mundo de 2010 e nome consagrado do Barcelona. Em campo, a equipe do Catar encarou um time com pouca experiência internacional, mas que garantiu o seu espaço após vencer a Liga dos Campeões da Oceania.

Com a bola rolando, o Hienghène apareceu aos seis minutos, após Roine acertar o lado de fora da rede. O jogador ainda tentou aos 18, quando arriscou uma bicicleta para a defesa de Al Sheeb. 

Aos poucos, o Al Sadd foi crescendo na partida, até abrir o placar. Aos 25,  Bounedjah recebeu o cruzamento e conseguiu o desvio para o gol, colocando a equipe do Catar na dianteira.

O time da casa seguiu atacando e chegou a marcar aos 38, com Akram Afif. O VAR, porém, anulou o lance, e o placar seguiu em 1 a 1 até o apito do intervalo. 

Com a bola rolando para a segunda etapa, o Hienghène empatou a partida. No minuto inicial, Roine ficou de cara com o goleiro e acertou o gol. O árbitro chegou a invalidar o lance, mas a verificação fez o juiz voltar atrás e decretar o placar igual na partida.

A partir daí, o AL Sadd teve que correr atrás para tentar passar à frente. Aos 18, Gabi acertou a trave. Al Haydos chegou a marcar aos 20, mas o lance foi anulado por posição irregular. 

Já o Hienghène quase marcou aos 30. Athale mandou um chute de longe, e a bola quase invadiu o ângulo adversário.

O Al Sadd perdeu uma grande tentativa aos 38. Tae-Hee acertou o cruzamento, a defesa desviou, e a bola ainda acertou a trave antes de ser tirada para a linha de fundo. 

Aos 45, Akram Afif ainda perdeu um chute de frente para o gol, desperdiçando a oportunidade de dar a classificação ainda no tempo regulamentar. Assim, a decisão foi para a etapa suplementar.

Na prorrogação, o Al Sadd pressionou forte e passou à frente aos nove minutos. Em um tiro indireto após o goleiro adversário receber um recuo com as mãos, Abdelkarim marcou ao acertar um forte chute. Depois, aos oito do segundo tempo da prorrogação, Ró-Ró, português naturalizado cidadão do Catar, recebeu a bola na área e finalizou o placar.

O Al Sadd volta a jogar neste sábado (14), às 14h30, contra o Monterrey, do México. É dessa partida que vai sair o adversário do Liverpool, no jogo marcado para o dia 18.

FICHA TÉCNICA
AL SADD-QAT 3X1 HIENGHÈNE-NCA

Local: Estádio Jassim Bin Hamad, em Doha (Catar)
Árbitro: Mustapha Ghorbal (ALG)

Gol: Bounedjah, Abdelkarim e Ró-Rò (ASD); Roine (HIE)

AL SADD: Al-Sheeb; Pedro, Jung Woo-Young, Khoukhi e Abdelkarim; Gabi, Al Hajri, Akram Afif, Nam Tae-Hee (Ali Asad) e Al Ansari (Al-Haydos); Bounedjah. Técnico: Xavi Hernández

HIENGHÈNE: Nyineine, Athale, Kayara (Hyanem), Bèarunè e Dinet; Pedro Vilela (Kayara), Sansot, Gony, Dahite e Roine (Matsumoto); B. Kai (A. Kai). Técnico: Felix Tagawa

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: