Domingo, 28 de Novembro de 2021

O Repórter

Amanda Nunes vence Megan Anderson e segue campeã dos penas do UFC

Jan Blachowicz mantém título dos meio-pesados; Aljamain Sterling é o novo campeão dos galos

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 07 de março de 2021 às 09:00 (Atualizada em 07 de março de 2021 às 12:02)
Divulgação/UFC
Amanda Nunes finalizou Megan Anderson

LAS VEGAS, EUA (OREPORTER.COM) - Amanda Nunes segue imbatível como campeã no Ultimate Fighting Championship. Na madrugada deste domingo (7), ela venceu a australiana Megan Anderson por finalização, mantendo o título dos penas da organização. A brasileira fez o co-main event do UFC 259, em Las Vegas.

A Leoa resolveu a luta de maneira rápida. Foram apenas 2 minutos e 3 segundos de luta para que Amanda conseguisse levar a desafiante ao solo, encaixar um triângulo invertido e faturar a luta por finalização.

Esta foi a 12ª vitória consecutiva de Amanda Nunes no UFC. Além do título dos penas, a brasileira também é campeã dos galos da organização.

Destaques

O nigeriano Israel Adesanya queria tomar o cinturão de Jan Blachowicz na categoria meio-pesado e ser campeão simultâneo em duas categorias, mas o polonês se saiu melhor e fez o oponente sentir a primeira derrota da carreira.

Adesanya até se movimentou mais nos primeiros rounds, mas Blachowicz conseguiu controlar o duelo. O nigeriano tomava a iniciativa, enquanto que o polonês se saía melhor nos contragolpes. No quarto assalto, o campeão dos meio-pesados passou a dominar o duelo no solo. O mesmo aconteceu no último round, o que fez manter a vantagem para Blachowicz.

Jan Blachowicz venceu e segue campeão (Foto: Divulgação)

Com a vitória, Jan Blachowicz conquista a sua primeira defesa de cinturão. A tendência é que ele enfrente Glover Teixeira em sua próxima luta.

Outro duelo válido por cinturão foi pela categoria dos galos. O russo Pter Yan colocou o título em jogo e acabou perdendo para o norte-americano Aljamain Sterling de maneira inusitada. O campeão dominava as ações até o quarto round, quando Sterling tentou uma queda. O norte-americano recebeu uma joelhada quando estava em três apoios, o que é irregular. Yan acabou desclassificado, e Sterling se tornou o vencedor, faturando o título.

Brasileiros

Thiago Marreta perdeu para o austríaco Aleksandar Rakic por decisão unânime do júri  (29-28, 29-28 e 30-27). Já Rogério Bontorin acabou nocauteado pelo neozelandês Kai Kara-France.

No duelo de brasileira, Amanda Lemos nocauteou Livinha Souza durante o primeiro round.

Resultados

CARD PRINCIPAL

Jan Blachowicz venceu Israel Adesanya por decisão unânime do júri (49-46, 49-45 e 49-45)

Amanda Nunes venceu Megan Anderson por finalização aos 2m03s do 1º round

Aljamain Sterling venceu Petr Yan por desclassificação aos 4m29s do 4] round

Islam Makhachev venceu Drew Dober por finalização a 1m37s do 3º round

Aleksandar Rakic venceu Thiago Marreta por decisão unânime do júri (29-28, 29-28 e 30-27)

CARD PRELIMINAR

Dominick Cruz venceu Casey Kenney por decisão dividida do júri (28-29, 29-28 e 30-27)

Kyler Phillips venceu Song Yadong por decisão unânime do júri (triplo 30-27)

Askar Askarov venceu Joseph Benavidez por decisão unânime  do júri (30-27, 30-27 e 30-26)

Kai Kara-France venceu Rogério Bontorin por nocaute técnico aos 4m55s do 1º round

Tim Elliott venceu Jordan Espinosa por decisão unânime do júri (30-27, 30-27 e 30-25)

Kennedy Nzechukwu venceu Carlos Ulberg por nocaute técnico aos 3m19s do 2º round

Sean Brady venceu Jake Matthews por finalização aos 3m28s do 3º round

Amanda Lemos venceu Livinha Souza por nocaute técnico aos 3m39s do 1º round

Uros Medic venceu Aalon Cruz por nocaute técnico a 1m40s do 1º round

Trevin Jones venceu Mario Bautista por nocaute técnico aos 47s do 2º round

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: