Segunda, 11 de Novembro de 2019

O Repórter

Após vitória no UFC, Deiveson Figueiredo pede chance por cinturão dos moscas

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 13 de outubro de 2019 às 15:40 (Atualizada em 13 de outubro de 2019 às 16:33)
Divulgação
Deiveson aplicou uma finalização no primeiro round

TAMPA, EUA (OREPORTER.COM) - O brasileiro Deiveson Figueiredo se destacou no UFC Fight Night 161, realizado na noite deste sábado (12), na Flórida. No card preliminar, ele derrotou o americano Tim Eliott com uma finalização.

Deiveson precisou de três minutos e oito segundos do primeiro round para encaixar uma guilhotina e faturar a vitória. A vitórioa fez o brasileiro sonhar mais alto e já pensa no cinturão dos moscas.

Atual campeão da categoria, Henry Cejudo está lesionado e não poderá defender o título. Por causa disso, o brasileiro quer encarar Joseph Benavidez para faturar o cinturão interino.

"Dana [White, presidente do UFC], estou aqui! Benavidez, estou aqui! Vamos lutar pelo cinturão interino!", exclamou o lutador após a vitória.

Deiveson tem 15 vitórias e apenas uma derrota na carreira. No UFC, o lutador já tem seis lutas acumuladas, sendo que o único revés foi contra Jussier Formiga em março deste ano. Depois, em julho, ele venceu Alexandre Pantoja.

Mais brasileiros

No card principal, Kron Gracie acabou derrotado por Cub Swanson por decisão unânime (triplo 30-27). O filho do lendário Rickson Gracie perdeu pela primeira vez no MMA após ter vencido suas primeiras cinco lutas da carreira.

Pelo duelo feminino de palhas, Amanda Ribas derrotou Mackenzie Dern por um tiplo 30-27. O resultado tirou a invencibilidade da oponente, que havia voltado ao octógono após ser mãe pela primeira vez. Amanda venceu pela terceira vez seguida no Ultimate.

Já a luta principal teve a vitória da polonesa Joanna Jedrzejczyk, ex-campeã dos palhas, em cima da americana Michelle Waterson. O resultado veio por decisão unânime do júri (50–45, 50–45, 49–46).

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: