Sexta, 03 de Dezembro de 2021

O Repórter

Brasil fatura mais medalhas em Tóquio e se aproxima do 100º ouro

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação - 30 de agosto de 2021 às 14:39 (Atualizada em 30 de agosto de 2021 às 14:40)
EPA
Vinicius Rodrigues ficou com a prata nos 100 metros da classe T63

SÃO PAULO (ANSA) - Em mais um dia das Paralimpíadas de Tóquio, no Japão, o Brasil seguiu firme conquistando medalhas. Nesta segunda-feira (30), a delegação do país subiu cinco vezes no pódio e se aproximou do 100º ouro paralímpico.

Com os pódios de hoje (30), o Brasil atingiu a marca de 35 medalhas em Tóquio, sendo 12 ouros, oito pratas e 15 bronzes. O número vem rendendo ao país a sexta colocação do ranking geral do megaevento esportivo.

Beth Gomes confirmou seu favoritismo na classe F52 e ficou com o ouro na prova do lançamento de disco. Além da conquista, a brasileira quebrou o recorde mundial da modalidade duas vezes, cravando a melhor marca em 17,62m.

O mineiro Claudiney Batista também desembarcou na capital japonesa como favorito para conquistar o ouro no lançamento de disco. Sem grandes dificuldades e obtendo o novo recorde paralímpico, o brasileiro subiu no lugar mais alto do pódio na classe F56 ao atingir a marca de 45,59m.

Alessandro Rodrigo, mais conhecido como "Gigante", fechou a prova do arremesso de peso F11 na segunda colocação, com a marca de 13,89m. O brasileiro ficou atrás do iraniano Mahdi Olad, que conseguiu o ouro com 14,43m. O italiano Oney Tapia fechou a disputa em terceiro, com 13,60m.

Nos 100 metros rasos da categoria T63, o brasileiro Vinicius Rodrigues ficou com a medalha de prata nas Paralimpíadas. O atleta fechou a disputa apenas um centésimo atrás do russo Anton Prokhorov. O bronze foi para o alemão Leon Schaefer.

Outra prata do Brasil veio no tênis de mesa, logo na primeira final feminina da história do país. Na classe T10, Bruna Alexandre perdeu a decisão para a chinesa Qian Yang por 3 sets a 1, com parciais de 13/11, 6/11, 11/7 e 11/9.

O Brasil está muito perto de alcançar uma das principais metas na atual edição dos Jogos, que é conquistar a 100ª medalha de ouro paralímpica. Falta apenas um pódio para a nação atingir a marca.

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: