Domingo, 15 de Dezembro de 2019

O Repórter

Brasil leva gol na prorrogação, perde para a França e dá adeus à Copa do Mundo

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Rafael Max - 23 de junho de 2019 às 18:45 (Atualizada em 23 de junho de 2019 às 19:58)
Rener Pinheiro / MoWA Press
A seleção brasileira, de Cristiane, deixou a disputa da Copa do Mundo

RIO (OREPORTER.COM) - Não deu para o Brasil na Copa do Mundo de Futebol Feminino. A equipe comandada por Vadão levou a decisão para o tempo extra, mas as adversárias conseguiram marcar e faturaram a vaga para as quartas de final com vitória por 2 a 1. O desempenho do time verde e amarelo repete o da edição passada, em 2015, quando também caiu na segunda fase da disputa.

O Brasil começou bem e apareceu aos oito minutos, quando Marta passou por duas adversárias e chutou para fora. A França respondeu dois minutos depois, com tentativa de Henry por cima da meta de Bárbara. 

Aos 22, as francesas até marcaram quando Diani cruzou para Gauvin, que aproveitou uma saída ruim da goleira brasileira para marcar. No entanto, a arbitragem de vídeo viu uma falta da jogadora francesa em cima da guarda-redes. 

O duelo seguiu equilibrado, com as duas equipes disputando a posse de bola. A equipe brasileira trocava passes, com dificuldades, mas chegou a ter chance de marcar. Aos 42, Debinha perdeu a bola, mas Cristiane ficou com a redonda e chutou para a defesa com o pé da goleira Bouhaddi. 

Nos acréscimos, foi a vez da França aparecer. Majri recebeu a bola e acabou chutando para fora. 

As francesas voltaram com tudo para a segunda etapa, demorando seis minutos para abrirem o placar. Dani passou pela marcação e cruzou rasteiro para Gauvin colocar as anfitriãs na dianteira.

O Brasil não quis ficar atrás e tentou a reação aos nove minutos, mas Cristiane acertou a trave após falta de Marta. Já aos 18, Thaisa pegou o cruzamento de Debinha e deixou tudo igual. O gol precisou ser validado pela arbitragem de vídeo, pois a bandeirinha havia assinalado o impedimento.


Thaisa marcou o único gol brasileiro (Foto: Rener Pinheiro / MoWA Press)

Vadão começou a mexer no time, colocando Bia Zaneratto e Andressinha nas vagas de Ludmila e Formiga. O time brasileiro pressionou e até marcou com Tamires, mas a jogadora estava impedida. A França, por sua vez, diminuía os espaços e estava mais disposta a levar o duelo para a prorrogação.

Nos acréscimos da segunda etapa, Debinha tocou para Bia Zaneratto, que mandou por cima do gol. Assim, o tempo regulamentar terminou empatado.

A prorrogação teve a saída de Cristiane, que sentiu dores e deu lugar a Geyse. O Brasil conseguiu grande chance aos 15 minutos, mas Debinha viu a bola ser desviada em cima da linha. 

Na segunda etapa do tempo extra, veio o golpe fatal. Logo no primeiro minuto, Majri cobrou falta, Henry apareceu livre e venceu a goleira Bárbara. O Brasil não teve forças para reagir, e a classificação ficou com as mandantes. 


A França saiu com a classificação (Foto: Fifa.com)

A França terá pela frente a vencedora do jogo entre Estados Unidos e Espanha, cujo jogo será realizado nesta segunda-feira (24). O duelo nas quartas de final está marcado para o dia 28, em Paris.

FICHA TÉCNICA
FRANÇA 2 X 1 BRASIL

Local: Estádio Océane, em Le Havre (França)
Árbitra: Marie-Soleil Beaudoin (CAN)
Assistentes: Princess Brown (JAM) e Stephanie-Dale Yee Sing (JAM)
Público: 23.965

Cartões amarelos: Renard (FRA); Tamires, Formiga e Bia Zaneratto (BRA)

Gols: Gauvin e Henry (FRA); Thaisa (BRA)

FRANÇA: Bouhaddi; Torrent (Perisset), Renard, Mbock e Majri (Karchaoui); Henry, Asseyi (Thiney) e Bussaglia; Le Sommer, Diani e Gauvin (Cascarino). Técnico: Corinne Diacre

BRASIL: Bárbara; Letícia Santos (Poliana), Mônica, Kathellen, e Tamires; Formiga (Andressinha), Thaisa e Marta; Ludmila (Bia Zaneratto), Debinha; Marta e Cristiane (Geyse). Técnico: Vadão

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: