Sexta, 06 de Dezembro de 2019

O Repórter

Brasil vacila na bola parada e perde para o Peru em amistoso

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Rafael Max - 11 de setembro de 2019 às 02:09 (Atualizada em 11 de setembro de 2019 às 02:41)
Pedro Martins / MoWA Press
Brasil e Peru se enfrentaram em Los Angeles

RIO (OREPORTER.COM) - No reencontro entre os dois finalistas da Copa América, o Brasil se deu mal ao enfrentar o Peru novamente. Em Los Angeles, a equipe comandada por Tite não lembrou o desempenho da competição realizada em terras verde e amarelas e perdeu para a blanquirroja por 1 a 0, na madrugada desta quarta-feira (11). A partida se encaminhava um 0 a 0, mas Abram aproveitou uma cobrança de falta na proximidade da reta final do jogo para cabecear e dar a vitória para os comandados de Ricardo Gareca.

É fato que o time que entrou em campo nem lembrava a formação titular que encarou o Peru na decisão vitoriosa da Copa América. A começar pelas ausências de Alisson, Gabriel Jesus e Everton, que não foram convocados. Além disso, Tite fez várias modificações como as entradas de Fagner e Militão nas vagas de Daniel Alves e Thiago Silva. No meio, Allan entrou no lugar de Arthur. Ausente na Copa América, mas presente no amistoso contra a Colômbia, Neymar começou no banco.

Com a bola rolando, o Brasil encarou um Peru que fechava bastante os espaços. Além disso, a equipe blanquirroja chegou a assustar nos momentos iniciais da partida. Aos 13 minutos, Tapia cabeceou após cobrança de escanteio e mandou a bola por cima do gol. 

Aos 19, o Brasil perdeu uma incrível chance de marcar. Richarlison entregou a bola para David Neves, que estava de cara com o gol vazio. No entanto, Advincula desarmou o atacante e impediu que a equipe verde e amarela abrisse o placar em Los Angeles.

O Peru vinha bem nos cruzamentos para a área, embora as finalizações não saíssem como deveria. O Brasil busca os espaços dentro da marcação adversária e apareceu aos 24, com um chute forte de Firmino para fora. Aos 30, Richarlison apareceu após cruzamento de Alex Sandro e mandou a redonda para fora. 

A equipe verde e amarela só conseguiu voltar a pressionar durante a reta final do primeiro tempo. Foi o que aconteceu aos 43, quando Richarlison chutou de fora da área para a defesa do guarda-redes peruano. Nos acréscimos, David Neres e Firmino também tentaram, mas sem sucesso. Assim, o primeiro tempo terminou zerado em Los Angeles.

Na etapa complementar, o Brasil tentou buscar o gol da vitória. Aos oito, Firmino ajeitou para Coutinho, que provocou a intervenção de Gallese. Já aos 16, Coutinho pegou a bola após cobrança de escanteio e chegou rasteiro para nova defesa do goleiro peruano.

O técnico Tite colocou Neymar em campo na vaga de Firmino, enquanto que Paquetá veio no lugar de David Neres. O Brasil seguia trabalhando na ofensiva, mas sem conseguir passar pelo goleiro peruano. Aos 19, Paquetá recebeu a bola de Coutinho e a mandou por cima do gol. 

Depois, os peruanos seguiam dando trabalho para os atacantes brasileiros. O time verde e amarelo tentou pressionar, mas não conseguia criatividade para arrumar finalizações. 

A partida se arrastava quando os brasileiros acabaram surpreendidos. Aos 39, Yotun cobrou falta, e Abram subiu para desviar de cabeça, abrindo o placar para o Peru.

O placar em desvantagem fez o Brasil correr desesperadamente em busca de um empate. Antes do gol, já haviam entrado Vinícius Júnior e Bruno Henrique. Os dois até tentaram produzir, mas sem sucesso. Assim, a vitória no amistoso ficou com os peruanos.

Próximo jogo

A CBF ainda não definiu os proximos adversários do Brasil na data-Fifa de outubro, tampouco os locais dos jogos.

FICHA TÉCNICA
BRASIL 0 X 1 PERU

Local: Los Angeles Memorial Coliseum, em Los Angeles (EUA)
Árbitro: Jair Marrufo (EUA)
Assistentes: Franck Anderson (EUA) e Corey Rockwell (EUA)

Cartões amarelos: Alex Sandro (Brasil); Aquino (Peru)

Gol: Abram (PER)

BRASIL: Ederson; Fagner, Marquinhos, Militão e Alex Sandro; Casemiro (Fabinho), Allan e Philippe Coutinho (Bruno Henrique); Richarlison (Vinícius Jr), Firmino (Neymar) e David Neres (Paquetá). Técnico: Tite

PERU: Gallese; Advíncula, Zambrano (Santamaría), Abram e Trauco; Tapia, Aquino (Christofer González), Yotún, Gabriel Costa e Flores; Ruidíaz (Reyna). Técnico: Ricardo Gareca 

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: