Segunda, 17 de Janeiro de 2022

O Repórter

Brasil vence a Zâmbia e garante vaga nas quartas de final do futebol feminino

Andressa Alves fez o único gol da partida

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Rafael Max - 27 de julho de 2021 às 11:00 (Atualizada em 27 de julho de 2021 às 11:20)
Sam Robles/CBF
O Braskl derrotou a Zâmbia por 1 a 0

SAITAMA, JAP (OREPORTER.COM) - O Brasil derrotou a Zâmbia por 1 a 0, nesta terça-feira (27), na terceira e última rodada da fase de grupos do torneio de futebol feminino dos Jogos Olímpicos. O único gol da partida foi marcado por Andressa Alves.

A equipe verde e amarela pressionou aos três minutos. Andressa Alves cobrou falta, a defesa adversária se atrapalhou e a bola ficou com Rafaelle, que mandou de letra para a defesa da goleira. 

Aos quatro, foi a vez de Zâmbia atacar. Banda arriscou o chute, Bárbara deu o rebote e a atacante tentou aproveitar, mas a goleira novamente fez a defesa. Depois, a equipe africana ficou com uma jogadora a menos com a expulsão de Mweemba.

O Brasil conseguiu aproveitar a vantagem numérica, abrindo o placar na partida. Aos 18, Ludmila cobrou falta, e Andressa Alves fez o chute para colocar a equipe verde e amarela na frente.

No restante da segunda etapa, o Brasil sofreu com os erros de passe e com a marcação da Zâmbia, que resolveu se defender mais após a expulsão de Mweemba. A técnica Pia Sundhage ainda teve que fazer uma substituições precoces, tendo que tirar Poliana e Bia Zanerato para as entradas de Bruna Benites e Giovana. Ambas foram por causas de choques na cabeça. 

O time brasileiro ainda tentou chegar ao gol no minuto 51, quando Andressa Alves cobrou falta para Rafaelle mandar por cima do gol. Já aos 57, Andressa Alves acertou o travessão.

Para a etapa complementar, Pia Sundhage resolveu poupar Formiga e Marta para as quartas de final. Assim, entraram Duda e Júlia Bianchi. Depois, Geyse entrou na vaga de Ludmila.

A Zâmbia teve chance aos 19, quando Banda cobrou falta por cima do gol. Outra chance das africanas veio aos 28, com chute para fora de Grace Chanda. 

O Brasil só conseguiu ter chances nas bolas paradas. Andressa Alves e Debinha até tentaram, mas não consguiram oferecer muito perigo para a Zâmbia. O segundo tempo prosseguiu arrastado, e as brasileiras apenas trabalharam pela manutenção do placar.

Tabela

Com sete pontos, o Brasil encerrou a fase de grupos com a mesma pontuação da Holanda, mas levando desvantagem nos critérios de desempate. Nesta sexta-feira (30), a equipe brasileira encara o Canadá.

FICHA TÉCNICA
BRASIL 1 X 0 ZÂMBIA

Local: Saitama, Japão
Cartões amarelos: Angelina (BRA); Phiri (ZAM)
Cartão vermelho: Mweemba (ZAM)

BRASIL: Bárbara, Letícia Santos, Poliana (Bruna Benites), Rafaelle e Jucinara; Formiga (Júlia Bianchi), Angelina, Andressa Alves (Debinha) e Marta (Duda); Ludmilla (Geyse) e Bia Zaneratto (Giovana); Técnica: Pia Sundhage.

ZÂMBIA: Nali (Musole), Belemu, Musase, Mweemba e Tembo; Lugu, Grace Chanda, Chitundu (Phiri), Lubandji e Kundananji (Katongo); Banda. Técnico: Bruce Mwape

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: