Terça, 22 de Outubro de 2019

O Repórter

Brasil vence o Peru, é campeão da Copa América e faz a festa no Maracanã

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Rafael Max - 07 de julho de 2019 às 18:58 (Atualizada em 08 de julho de 2019 às 15:34)
Fotos: João Gama/OReporter.com
O Brasil conquistou a Copa América com festa em casa

RIO (OREPORTER.COM) - Não teve para ninguém. Com Maracanã lotado, o Brasil parou a tentativa do Peru em ser a zebra do campeonato e garantiu a Copa América em casa. A equipe comandada por Tite faturou o troféu com vitória por 3 a 1, neste domingo (7).

O Brasil começou com superioridade e abriu o placar com Everton. Os peruanos reagiram, empatando com Guerrero. Na reta final da primeira etapa, Gabriel Jesus recolocou os donos da casa na dianteira.

A segunda etapa foi complicada para o Brasil. Os peruanos começaram a se soltar no ataque, e a situação ficou complicada quando Gabriel Jesus foi expulso. A equipe verde e amarela segurou a pressão peruana e ainda fez o terceiro com Richarlison, após cobrança de pênalti.

Para enterrar de vez qualquer momento trágico do passado, o Maracanã volta a dar sorte para o  Brasil. Foi no estádio carioca que a seleção conquistou o título na última vez em que foi sede, em 1989. Além disso, abre uma sequência de conquistas, com a Copa das Confederações de 2013 e os Jogos Olímpicos de 2016 - esta com a equipe Sub-23.

Além disso, é a primeira conquista de Tite à frente da seleção brasileira. O treinador está à frente do Brasil desde 2016, tendo comandado a equipe verde e amarela na Copa do Mundo de 2018.

Primeiro tempo

O Peru foi o primeiro a ameaçar quando Cueva, aos dois minutos, cobrou falta que passou perto da meta de Alisson. Já o Brasil buscou trocar passes e avançar para o ataque, mas enfrentava a marcação adversária.

E o duelo seguiu truncado durante os momentos iniciais de jogo. Mesmo com mais posse de bola, o Brasil não desenvolvia jogadas e sequer ameaçou o goleiro Gallese.

Mas logo o gol surgiu. Aos 14, Gabriel Jesus puxou a jogada, mandou um perfeito cruzamento para Everton, que não perdoou e abriu o placar para o Brasil no Maracanã.

Em desvantagem, o Peru manteve a sua postura dos minutos iniciais abusando da marcação e não dando chances para o Brasil finalizar. Chance boa veio aos 25, quando Philippe Coutinho recebeu de Alex Sandro na área, mas mandou a redonda para fora.

O Peru saiu ao ataque nos minutos seguintes e tentou aproveitar as bolas paradas,mas sem muito sucesso. Sem criatividade para a ofensiva, restou à equipe blanquirroja fechar os espaços e frustrar as investidas dos mandantes. O Brasil voltou ao ataque no minuto 34, quando Alex Santo mandou um cruzamento de longe, e Firmino cabeceou para fora.

Aos 40, veio a melhor chance do Peru. O árbitro assinalou o pênalti quando a bola bateu no braço de Thiago Silva, e Paolo Guerrero deixou tudo igual no Maracanã.

Mas o Brasil reagiu na hora certa. Aos 47, Arthur viu espaço na marcação adversária, tocou para Gabriel Jesus, que finalizou de maneira certeira para cima do goleiro Gallese. Assim, o time verde e amarelo foi para o intervalo em vantagem.

Segundo tempo

O Brasil voltou arriscando para a segunda etapa. Aos quatro minutos, Coutinho  mandou a redonda para perto do goleiro. O goleiro Gallese até trabalhou, mas a redonda já havia saído.

Aos 11, mais Brasil no ataque. Alex Sandro mandou um cruzaento curto para Firmino, que cabeceou para perto da meta adversária. 

O Peru, por sua vez, tentava atrapalhar as jogadas do Brasil. A equipe blanquirroja seguiu fechando os espaços para travar as jogadas brasileira. Do lado verde e amarelo, Philippe Coutinho até avançava, mas encontrava dificuldades diante da zaga peruana.

A partir dos 16 minutos, o Peru passou a investir mais ao ataque. O time trocava passes e buscava os lançamentos, dando trabalho à defesa brasileira. Para complicar a situação brasileira, Gabriel Jesus acabou expulso aos 24, após falta em Tapia.

Com um a menos, o Brasil teve que ficar recuado diante dos peruanos. Aos 28, Flores arriscou de longe, deixando a bola bem perto da meta de Alisson. Precisando reforçar a defesa, Tite tirou Coutinho e pôs Militão em campo.

E os minutos finais seguiram com Brasil tentando evitar que o Peru avançasse ao ataque. Mas a oportunidade para sacramentar a vitória veio aos 41, quando Everton foi derrubado por Zambrano na área. Pênalti para os donos da casa, e Richarlison fez o gol do título para o Brasil. 

História

Na história da Copa América, é a nona conquista do Brasil na história da competição. A última vez havia sido em 2007, na edição realizada na Venezuela.

FICHA TÉCNICA
BRASIL 3 X 1 PERU

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Público: 58.584 pagantes.
Árbitro: Roberto Tobar (CHI)
Assistentes: Christian Schiemann (CHI) e Claudio Rios (CHI)
VAR: Julio Bascuñan (CHI)

Cartões amarelos: Gabriel Jesus, Thiago Silva (BRA); Tapia, Zambrano, Advincula (PER)
Cartão vermelho: Gabriel Jesus (BRA)

GOLS: Everton, Gabriel Jesus, Richarlison (BRA); Guerrero

BRASIL: Alisson, Daniel Alves, Thiago Silva, Marquinhos e Alex Sandro; Casemiro, Arthur e Philippe Coutinho (Militão); Everton (Allan), Gabriel Jesus e Firmino (Richarlison). Técnico: Tite.

PERU: Gallese; Advíncula, Zambrano, Abram e Trauco; Tapia (Gonzales), Yotún (Ruidiaz), Carrillo (Polo) , Cueva e Flores; Paolo Guerrero. Técnico: Ricardo Gareca

Veja também:

Tite retruca críticas de Messi na Copa América e evita falar de Bolsonaro

Gareca reconhece superação na Copa América e garante cumprir contrato com o Peru

Confira a galeria de fotos da final

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: