Quinta, 02 de Abril de 2020

O Repórter

Charles do Bronx finaliza Kevin Lee no UFC Brasília

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 14 de março de 2020 às 23:15 (Atualizada em 15 de março de 2020 às 00:18)
Divulgação/UFC
Durinho venceu no UFC Brasília

BRASÍLIA (OREPORTER.COM) - Foi uma noite atípica para o Ultimate Fighting Championship. Em um Ginásio Nilson Nelson sem público, o UFC Fight Night 170 foi realizado em Brasília e teve show do brasileiro Charles do Bronx, que finalizou Kevin Lee na luta principal do evento.

Foi o primeiro evento do UFC sem público na história da organização. Tudo por causa da decisão do governo do Distrito Federal em proibir eventos de massa por causa da pandemia do coronavírus. Para não prejudicar ainda mais os competidores, foi decidido que o evento seria realizado com portões fechados.

Charles apostou na aproximação e botou o adversário para baixo no primerio round. No segundo, Lee conectou bons golpes, mas o brasileiro foi mais incisivo e chegou a balançar o oponente. Do Bronx ainda tentou uma finalização antes do fim do round.

No terceiro assalto, o brasileiro consgeguiu a vitória. O americano tentou uma joelhada, mas o brasileiro conseguiu aproveitar a situação para levar o oponente ao solo. Ele encaixou uma guilhotina e faturou a vitória.

Com sete vitórias seguidas e 14 finalizações - o maior venedor por esse método na organziação -, Charles busca uma chance para ser campeão dos leves da organização. Ele acredita que pode enfrentar o vencedor da luta entre Tony Ferguson e Khabib Nurmagomedov, que é o atual detentor do título. "Vou estar na primeira fila de Ferguson x Khabib. Sou o próximo, não tem como negar isso", ao citar a luta que vai ocorrer no dia 18 de abril.


Vitória de Charles do Bronx por finalização (Foto: Divulgação/UFC)

Durinho vence por nocaute

Em um duelo que colocou frente a frente dois nomes do jiu-jtisu, o que fez valer foi o poder da mão pesada. Foi o que aconteceu na vitória de Gilbert Durinho contra Demian Maia, por nocaute no primeiro assalto. 

Na luta, Demian Maia partiu para queda contra Durinho. O oponente escapou, ficou de pé e acertou um cruzado em cheio. Demian foi ao chão e Durinho chegou a comemorar, mas logo percebeu que o árbitro não havia interrompido e partiu para o ground and pound, fechando a luta por nocaute técnico aos dois minutos e 34 segundos do primeiro assalto.

Todos os resultados

CARD PRINCIPAL

Charles do Bronx venceu Kevin Lee por finalização aos 28s do R3

Gilbert Durinho venceu Demian Maia por nocaute técnico aos 2m34s do R1

Renato Moicano venceu Damir Hadzovic por finalização aos 44s do R1

Nikita Krylov venceu Johnny Walker por decisão unânime (30-27, 29-28, 29-28)

Francisco Massaranduba venceu John Makdessi por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28)

CARD PRELIMINAR

Brandon Moreno venceu Jussier Formiga por decisão unânime (30-27, 29-28, 29-28)

Amanda Ribas venceu Randa Markos por decisão unânime (30-26, 30-25, 30-25)

Elizeu Capoeira venceu Alexei Kunchenko por decisão unânime (triplo 29-28)

Rani Yahya e Enrique Barzola empataram por decisão majoritária (28-28, 28-28, 29-28 para Barzola)

Maryna Moroz venceu Mayra Sheetara por decisão unânime (triplo 29-28)

David Dvorak venceu Bruno Bulldoguinho por decisão unânime (triplo 29-28)

Bea Malecki venceu Veronica Macedo por decisão unânime (triplo 29-28)

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: