Sexta, 14 de Agosto de 2020

O Repórter

Circuito Talent de MMA será realizado neste sábado, em Curitiba

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 21 de fevereiro de 2014 às 23:58 (Atualizada em 22 de fevereiro de 2014 às 06:24)

CURITIBA (O REPÓRTER) - Neste sábado (22), a partir das 19 horas, será realizada a sexta edição do Circuito Talent de MMA. O local do evento será no Circuito Militar.

Os lutadores fizeram a pesagem oficial na tarde desta sexta-feira (21). Integrantes da luta principal da noite, Wagner Galeto e Mauricio Facção tiveram a encarada mais tensa da tarde, cercada por muitas provocações. 

Ao se deslocar até a balança, Facção ouviu o já tradicional grito de "uh, vai morrer", entoado pela torcida curitibana. Atleta local, Galeto manteve o sorriso e demonstrou tranquilidade, registrando na balança 66,2kg, enquanto o mineiro ficou mais leve, com 65,6kg.

"Essa luta vai ser muito interessante, vou dar pressão o tempo inteiro nele e vou buscar o nocaute para comemorar com essa torcida maravilhosa", disse Galeto.

Na encarada da co-luta principal do evento, válido pelo título dos galos, Marcos Vinicius Vina e Anderson Berinja mantiveram o clima amistoso, com encarada respeitosa. O ex-lutador do UFC marcou 61,1kg, e Berinja, após fracassar na primeira tentativa, voltou para o corte de peso, raspou o penteado moicano e atingiu 61,6kg, peso limite da categoria.

"Amanhã, quando entrarmos no cage, será porradaria", disparou Vina, mostrando a tranquilidade entre eles tem dia e hora para acabar.

Outra atração do card é a presença do americano Tim Ruberg. Com passagem invicta pelo Bellator, ele enfrenta Dyego Roberto, atleta da lendária equipe Chute Boxe. O brasileiro cravou 84kg logo na primeira pesagem, enquanto Ruberg, que esteve acompanhado pelo atleta do Bellator Ricardo Tirloni, bateu 84,2kg na segunda tentativa.

"Demos uma pitada do que será visto amanhã no ginásio: uma noite de lutas muito intensas e com ampla participação do público. Quem for amanhã ao Círculo Militar não irá se arrepender", garantiu André Ferraro, CEO do Talent.

Único lutador que não conseguiu bater o peso limite de sua respectiva categoria foi Edinelson Alemão, que ficou dois quilos acima dos 66,2kg da categoria peso pena e foi penalizado com a perda de 20% do valor de sua bolsa. 

Tags:
Circuito Talent, MMA
  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: