Quinta, 09 de Julho de 2020

O Repórter

Conferência climática da ONU é adiada para novembro de 2021

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação - 29 de maio de 2020 às 09:50 (Atualizada em 29 de maio de 2020 às 09:52)
EPA
Protesto contra mudanças climáticas em Londres, Reino Unido

ROMA (ANSA) - A Organização das Nações Unidas (ONU) adiou sua próxima conferência sobre o clima, a COP26, que acontecerá em Glasgow, na Escócia, para o fim de 2021.

O evento estava previsto para 9 a 19 de novembro de 2020, com eventos preparatórios na Itália, mas já havia sido adiado para o ano que vem no início de abril.

Esperava-se, no entanto, que a COP26 fosse realizada no primeiro trimestre de 2021, porém o governo britânico pressionou por um adiamento maior. O evento acontecerá entre 1º e 12 de novembro do ano que vem.

A Conferência das Partes da Convenção das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas deve se concentrar na regulação global do mercado de créditos de carbono, após o fracasso das negociações na COP25, em Madri, na Espanha.

Esse modelo de negócios permite que países que superem suas metas de redução de emissões de gases do efeito estufa, como o dióxido de carbono (CO2), vendam o crédito excedente para nações mais poluentes.

O mecanismo é criticado por ambientalistas, que temem que os créditos de carbono se tornem uma espécie de carta branca para países poluentes não reduzirem suas emissões.

Nações com vastas coberturas florestais, como o Brasil, queriam estabelecer um sistema de dupla contagem, ou seja, os créditos gerados pela redução das emissões seriam contabilizados tanto para quem cede quanto para quem compra, mas essa condição foi rejeitada por uma ala liderada pela União Europeia. (ANSA)

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: