Terça, 20 de Agosto de 2019

O Repórter

Criminosos trocam tiros com a PM e fazem reféns em Uberaba

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 27 de junho de 2019 às 17:30

BRASÍLIA (Agência Brasil) - Policiais militares de Minas Gerais prenderam, hoje (27), dez homens que tentaram assaltar uma agência do Banco do Brasil, em Uberaba, no Triângulo Mineiro. Parte do grupo conseguiu escapar e continua sendo procurada, com o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e de efetivos da própria PM deslocados de outras cidades próximas. De acordo com as informações iniciais, o grupo integra uma quadrilha especializada em roubo a bancos estabelecida na região de Campinas, no interior de São Paulo.

Fortemente armados, os criminosos trocaram tiros com os policiais. Antes, atravessaram um caminhão e outros veículos em ruas próximas à agência, no centro da cidade, para dificultar o acesso de viaturas policiais. Vídeos gravados por moradores da região, e compartilhados nas redes sociais, exibem parte do grupo criminoso agindo durante a madrugada e o tiroteio que começou por volta das 4 h. Em alguns dos vídeos é possível ouvir fortes explosões ao fundo.

De acordo com a PM, três pessoas foram feridas por disparos de armas de fogo. A vítima mais grave foi a motorista de um carro que passava pelo local quando os bandidos se preparavam para entrar na agência bancária. Abordada, ela se negou a entregar o veículo e foi baleada. Levada para o Hospital Escola da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), a mulher foi submetida a uma cirurgia e seu estado é considerado grave. As outras duas vítimas são um homem ferido no pé - não se sabe ao certo se por um projétil ou por estilhaços – e outro atingido de raspão.

Todo o grupo criminoso conseguiu escapar ao cerco inicial da polícia, mas perto das 7h, policiais localizaram um caminhão onde os dez bandidos mantinham sete pessoas reféns, sendo uma criança de dois anos, um adolescente, duas mulheres e três homens. Os PMs cercaram o caminhão em uma área rural entre Uberaba e Araxá, na BR-262. A negociação para que os bandidos liberassem os reféns durou quase três horas.

Com o grupo, a polícia apreendeu mais de uma dezena de fuzis, além de duas pistolas e farta munição. Segundo a assessoria do Banco do Brasil, a instituição ainda está avaliando os danos causados às estruturas da agência bancária e os possíveis prejuízos. O banco não confirmou se os criminosos conseguiram acessar o cofre, mas garantiu que “soluções de segurança e a estrutura dedicada à mitigação dos efeitos de ataques criminosos” contribuíram para “retardar a ação dos bandidos”. Além disso, o Banco do Brasil garante que os vigilantes que estavam de serviço passam bem e foram conduzidos preventivamente ao pronto-socorro.

Paraná

Em Santa Tereza do Oeste, na região metropolitana de Cascavel (PR), policiais rodoviários federais prenderam dois motociclistas que transportavam 16 pistolas e farta munição. O armamento estava escondido em compartimentos ocultos das motos abordadas esta manhã, na BR-277, que liga o Porto de Paranaguá a Curitiba.

Segundo a assessoria da PRF, os dois homens presos têm 37 anos e 29 anos de idade e declararam que pretendiam levar as pistolas e a munição até a cidade do Rio de Janeiro. As pistolas são todas de calibre 9 milímetros, da marca Glock, e estão com a numeração raspada. Do total de 868 munições, 570 são de calibre 9 milímetros. Outras 298 são munições para fuzil calibre 556.

O caso está sendo apurado pela Delegacia da Polícia Federal em Foz do Iguaçu. Os dois motociclistas responderão por tráfico internacional de armas de fogo e, se condenados, poderão pegar até oito anos de prisão.

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: