Sexta, 03 de Dezembro de 2021

O Repórter

DF vacina jovens de 14 e 15 anos a partir de 15 de setembro

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação - 14 de setembro de 2021 às 08:09 (Atualizada em 14 de setembro de 2021 às 08:11)
Fabio Rodriguez Pozzebom / Agência Brasil

BRASÍLIA (OREPORTER.COM) - A Secretaria de Saúde do DF recebeu mais um carregamento de 77.220 doses de vacinas Pfizer-BioNTech, que serão destinadas para vacinar jovens de 14 e 15 anos, ampliando assim o público-alvo a ser imunizado contra a covid-19. A vacinação deste grupo começa na próxima quarta-feira (15), a partir das 8h e 9h, de acordo com o perfil do local de vacinação.

Os pontos de vacinação serão divulgados nesta terça-feira(14). Em coletiva de imprensa, os gestores da Secretaria de Saúde anunciaram que, com a nova remessa, o Distrito Federal possui um quantitativo de mais de 100 mil primeiras doses para alcançar os jovens que estão nessa faixa etária, cujo público é estimado em 89.453 pessoas.

O secretário de Saúde, general Pafiadache, celebrou o anúncio da nova ampliação. “Neste final de semana, eu presenciei a cena de um pai indo tomar a D2 e levando o filho para tomar a D1. Isso é sensacional! Estamos satisfeitos com a participação da população na vacinação contra a covid, mas sempre pedimos que as pessoas levem, incentivem e sensibilizem quem ainda não se vacinou. É extremamente importante termos uma cobertura vacinal completa, e isso depende de nós”, afirma o secretário.

A antecipação da segunda dose para quem recebeu os imunizantes da Pfizer-BioNTech e da AstraZeneca permanece para quem tem a data de retorno marcada até o dia 24 de setembro. Ainda durante a coletiva, o subsecretário de Vigilância à Saúde, Divino Valero, afastou qualquer possibilidade de desabastecimento de vacinas para quem já tomou a segunda dose.

“Estamos fazendo uma ‘matemática reversa’ com o adiantar de doses, mas a população do Distrito Federal pode ficar tranquila porque não há qualquer risco de desabastecimento de segundas doses. O número de pessoas que ainda não receberam a D2 não é um número absoluto, mas distribuído em um quadro matemático que estaria à nossa frente e que nós estamos antecipando”, esclarece.

Doses de reforço

O Distrito Federal espera, ainda para esta semana, um novo carregamento de doses de vacinas acompanhado de uma Nota Técnica do Ministério da Saúde com as orientações para aplicação da dose de reforço, também chamada de terceira dose.

“Aqui no DF tomamos a decisão de seguir o Programa Nacional de Imunizações (PNI). A partir do dia 15, eles irão definir a regra e o número de vacinas destinadas à primeira fase da aplicação da terceira dose ”, acrescentou o secretário Pafiadache.

Variante Delta

De acordo com o último sequenciamento genômico analisado pelo Laboratório Central (Lacen), o Distrito Federal registrou mais 10 novos casos da variante Delta. Todos os casos foram identificados pelo laboratório do Hospital da Criança de Brasília (HCB). Com isso, o DF já registrou 346 casos confirmados da variante indiana.

O novo levantamento da Subsecretaria de Vigilância em Saúde apontou que sete pessoas já foram a óbito em função da infecção pela variante Delta do novo coronavírus. Destes, seis eram residentes do DF e um do Goiás. Dos casos confirmados, 219 são do sexo feminino e 127 do sexo masculino. Considerando estes casos, 86 pessoas já haviam recebido as duas doses da vacina contra a covid-19; 109 haviam recebido apenas a primeira; e 129 ainda não haviam sido vacinados.

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: