Quinta, 02 de Dezembro de 2021

O Repórter

Deiveson Figueiredo é finalizado por Brandon Moreno e perde cinturão do UFC

Israel Adesanya segue campeão dos médios

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 13 de junho de 2021 às 06:30 (Atualizada em 13 de junho de 2021 às 07:43)
Divulgação/UFC
Brandon Moreno é o novo campeão do UFC

PHOENIX, EUA (OREPORTER.COM) - Deiveson Figueiredo não é mais campeão dos moscas do Ultimate Fighting Championship. O brasileiro perdeu para Brandon Moreno por finalização, na madrugada deste domingo (13), no co-main event do UFC 263.

O brasileiro acabou sendo dominado pelo mexicano. Moreno começou a luta tomando a iniciativa, com jabs e chutes. Depois, o desafiante conseguiu um bom cruzado de esquerda. Restava ao brasileiro se defender das investidas do adversário.

Moreno voltou a atacar no segundo round. Deviveeson reagiu se defendendo, depois levando ao solo, ficando por cima. O campeão tentou uma guolhotina, defendida pelo adversário. O duelo voltou a ficar de pé, com o mexicano próximo à grade, dominando as costas do brasileiro. Deiveson buscava as cotoveladas, com o objetivo de se afastar do desafiante.

No terceiro assalto, Deiveson Figueiredo buscou ser mais agressivo. Porém, o mexicano conseguiu derrubar o brasileiro e conseguiu encaixar um mata-leão, finalizando o duelo.

Este era o segundo encontro entre os dois no UFC. Em dezembro do ano passado, o brasileiro e o mexicano acabaram empatando a luta, válida pelo UFC 256.

Adesanya segue campeão

O nigeriano Israel Adesanya manteve o títuo dos médios do UFC. Ele derrotou o italiano Marvin Vettori no UFC 263 por decisão unânime dos juízes (triplo 50-45). na luta principal do evento.

Adesanya voltava ao octógono após a tentativa malograda de ser campeão dos meio-pesados. Contra Vettori, o nigeriano começou com chute, enquanto o desafiante prensou o campeão junto às grades. No segundo assalto, o desafiante chegou a acertar o rosto do campeão, mas Adesanya se movimentava e passou a conectar os melhores golpes.

No terceiro assalto, Vettori tentou encaixar um mata-leão, mas o nigeriano inverteu e se levantou. Adesanya seguiu melhor, conseguindo chutes no adveresário.

Adesanya se movimentava e acertava chutes no desafiante durante o quarto round. Vettori derrubou o campeão, mas o duelo logo voltou a ficar de pé. No quinto assalto, o campeão voltou a manter o domínio na luta em pé.

Esta foi a terceira defesa de cinturão bem-sucedida do negeriano desde que conseguiu o título linear dos médios do UFC. Em março deste ano, ele tetou ser campeão dos meio-pesados, mas perdeu para o polonês Jan Blachowicz.

Brasileiros

Ainda no card principal, Demian Maia acabou superado por Belal Muhammad por decisão do júri  (30-27, 29-28 e 29-28). Foi a última luta do contrato do experiente brasileiro de 43 anos, que pode se aposentar após esse duelo.

No card preliminar, Luigi Vendramini perdeu para Fares Ziam por decisão majoritária  (29-28, 29-28 e 28-28). Já Carlos Boi derrotou Jake Collier por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28).

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: