Segunda, 06 de Abril de 2020

O Repórter

Em jogo duro, Liverpool vence o Flamengo e leva o Mundial de Clubes

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Rafael Max - 21 de dezembro de 2019 às 17:06 (Atualizada em 21 de dezembro de 2019 às 17:49)
Getty Images/Fifa
Firmino garantiu a vitória para o Liverpool

RIO (OREPORTER.COM) - Não deu para o Flamengo na final do Mundial de Clubes. Ainda assim, o rubro-negro deu trabalho para o Liverpool, que precisou ir para a prorrogação para derrotar a equipe brasileira por 1 a 0, no Estádio Khalifa Internacional, no Catar. Foi o primeiro título dessa competição para os Reds, que já haviam perdido para o time da Gávea na decisão de 1981.

A partida começou com pressão do Liverpool. Logo no primeiro minuto, Firmino ficou de frente para Diego Alves, mas acabou mandando a bola por cima do gol. Já aos seis, Alexander-Arnold arriscou com um chute cruzado.

O Flamengo foi, aos poucos, se soltando na partida. A equipe rubro-negra aumentou a presença na parte ofensiva e fez lances perigosos, embora ainda não saíssem boas finalizações. Quem comandava as jogadas do time carioca era Bruno Henrique, que dava trabalho aos marcadores do Liverpool.

E o rubro-negro conseguiu ser superior ao Liverpool no decorrer da primeira etapa, com vantagem na posse de bola e na presença no ataque. Aos 32, o time carioca apareceu em um cruzamento de Rafinha para a cabeçada de Bruno Henrique, mas a bola bateu na defesa adversária. O Liverpool até tentou se recuperar no ataque durante a reta final, mas o primeiro tempo ficou zerado.


O Flamengo chegou a pressionar o Liverpool (Foto: Getty Images/Fifa)

Na segunda etapa, o Liverpool voltou mais perigoso. No primeiro minuto, Henderson lançou para Roberto Firmino, que se livrou de Rodrigo Caio para acertar a trave. Já aos quatro, Salah chutou para perto da meta adversária.

O Flamengo voltou para a pressão nos minutos seguintes. Aos sete, Arrascaeta mandou a bola para Gabigol, que chutou por cima. Já aos oito, Gabigol recebeu a bola de Everton Ribeiro e parou no goleiro Alisson. 

Aos 14, mais Liverpool. Robertson fez o lançamento para Salah e chutou para fora.

O Flamengo voltou para a pressão aos 21, quando Gabigol recebeu de Arrascaeta e chutou em cima de Van Dijk. Já aos 24, o atacante ainda arriscou uma bicicleta. Depois, Jorge Jesus trocou Arrascaeta por Vitinho.

A equipe inglesa deu forte pressão para cima do Flamengo nos dez minutos finais da partida. Aos 35, Alexander-Arnold parou na defesa de Diego Alves. O goleiro rubro-negro fechou aos 40, quando fez uma ótima defesa após tentativa de Henderson. O Liverpool quase teve um pênalti marcado após Mané invadir a área e se desequilibrar na hora do chute por causa da intervenção de Rafinha. Após a verificação do VAR, ficou concluído que nem houve falta na jogada. Com o Flamengo segurando firme o Liverpool, o duelo foi para a prorrogação.

O gol da partida veio no tempo extra. Com oito minutos de bola rolando, Mané recebeu o lançamento e tocou para Firmino, que estava livre para vencer o goleiro Diego Alves.

A partir daí foi sofrimento para o Flamengo. O time foi para a segunda etapa da prorrogação tentando um suspiro final em busca do gol. Gabigol quase fez a alegria da torcida aos dois minutos, mas chutou forte para fora. O rubro-negro ainda viu Lincoln - que entrara na vaga de Gerson - isolar aos 14. Assim, o Liverpool apenas controlou a partida para faturar o título após 120 minutos dramáticos.


O Liverpool venceu o Flamengo no Mundial de Clubes (Foto: Getty Images/Fifa)

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO-BRA 0 X 1 LIVERPOOL-ING

Local: Estádio Khalifa, em Doha (Catar)
Árbitro: Abdulrahman Al-Jassim (Catar)
Assistentes: Taleb Al-Marri e Saoud Al-Maqaleh (ambos do Catar)
VAR: Juan Martínez Munuera
Cartões amarelos: Mané, Salah, Milner (LIV); Vitinho, Diego (FLA)

Gol: Firmino (LIV)

FLAMENGO: Diego Alves, Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís; Willian Arão (Berrio), Gerson (Lincoln), Everton Ribeiro (Diego) e De Arrascaeta (Vitinho); Bruno Henrique e Gabriel Barbosa. Técnico: Jorge Jesus

LIVERPOOL: Alisson; Alexander-Arnold, Joe Gomez, Van Dijk e Robertson; Henderson, Keita (Milner) e Oxlade-Chamberlain (Lallana); Mané; Salah (Shaqiri) e Firmino (Origi). Técnico: Jurgen Klopp

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: