Domingo, 21 de Julho de 2019

O Repórter

Em noite de João Pedro, Fluminense goleia o Atlético Nacional na Sul-Americana

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Rafael Max - 23 de maio de 2019 às 23:31
Reprodução/@copasudamericana
João Pedro foi o nome do jogo, com três gols marcados

RIO (OREPORTER.COM) - Ele veio das categorias de base para uma atuação de gala em seu primeiro jogo internacional. Um dos "Moleques de Xerém", João Pedro, de 17 anos, foi o nome da noite desta quinta-feira (23) ao marcar três gols na vitória do Fluminense sobre o Atlético Nacional, da Colômbia, por 4 a 1, no Maracanã. O resultado deixou o time carioca em uma situação cômoda na segunda fase da Copa Sul-Americana.

O show tricolor não demorou muito para começar. Aos dois minutos, Yony González mandou o cruzamento, e João Pedro cabeceou e colocou o Fluminense na frente.

Aos sete, o garoto deixou mais um no Maracanã. Daniel deu um passe preciso para João Pedro, que deu um toque na bola para vencer o goleiro e ampliar a vantagem do Tricolor das Laranjeiras.

O Nacional não assistiu ao desempenho avassalador do Fluminense de maneira passiva. O veterano Barcos, que já teve passagens no futebol brasileiro, apareceu bem aos 10 minutos, ao mandar a bola para o travessão.

Por sua vez, a equipe tricolor não perdeu tempo e fez mais um no Maracanã. Aos 11, João Pedro partiu para cima e deu um cruzamento preciso para Luciano mandar a conclusão.

Aos 16, um pênalti foi assinalado para o time colombiano após Deiver Machado ser derrubado na área. Barcos foi para a cobrança e descontou.

A equipe colombiana tentou reagir no Maracanã. Aos 21, Barcos ficou com a bola, fez o giro e mandou o chute, mas Agenor ficou com a redonda.

O Fluminense voltou com tudo ao ataque nos 15 minutos finais do primeiro tempo. Aos 30, Caio Henrique mandou a bola por cima do gol. Já aos 32, Caio Henrique cruzou para João Pedro fazer o seu hatrick ao cabecear na trave e aproveitar o rebote para marcar.

Aos 34, Yony González foi puxado na área, provocando o pênalti. O próprio atacante foi para a cobrança, mas perdeu o chute para o goleiro Cuadrado.

Na reta final do primeiro tempo, Yony González ainda tentou deixar a sua marca, mas não houve mais tempo para fazer outro gol. Ainda assim, o placar era cômodo para o Fluminense - 4 a 1 contra o Atlético Nacional.

Após um início avassalador, o Fluminense voltou para a segunda etapa mais disposto a administrar a vantagem. A equipe chegou ao ataque no minuto 13, com um passe de João Pedro para Luciano. O chute, porém, foi para fora.

O time carioca ainda teve chances para fazer o quinto. Aos 20, Luciano chutou em cima do goleiro. Cinco minutos depois, João Pedro viu Cuadrado fazer a defesa após mandar a finalização. Outra chance veio aos 35, quando Gilberto soltou um chute que passou perto do gol.

A parte final do jogo foi com o Fluminense satisfeito com a vitória em campo. João Pedro deixou o campo antes de a bola parar de rolar e foi aplaudido pela torcida. Assim, o Tricolor das Laranjeiras inicia a segunda fase da Sul-Americana com uma imponente goleada.

O próximo jogo entre as duas equipes está marcado para o dia 29, com o Fluminense tendo a vantagem de perder por dois gols de diferença. A próxima partida do Tricolor das Laranjeiras será pelo Campeonato Brasileiro, neste domingo (26), contra o Bahia, na Fonte Nova.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE-BRA 4 X 1 ATLÉTICO NACIONAL-COL

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Roberto Tobar (Chile)
Assistentes: Christian Schiemann (Chile) e Claudio Rios (Chile)
Cartões amarelos: Caio Henrique (FLU); Nicolás Hernández, Cepellini, Rovira e Yabur (NAC)
GOLS: João Pedro (3) e Luciano (FLU); Barcos (NAC)

FLUMINENSE: Agenor, Gilberto, Nino, Matheus Ferraz e Caio Henrique; Allan, Daniel (Igor Julião) e Paulo Henrique Ganso; Luciano (Marcos Paulo), Yony González e João Pedro (Pablo Dyego). Técnico: Fernando Diniz

ATLÉTICO NACIONAL: José Cuadrado, Gilberto García, Daniel Bocanegra, Nicolás Hernández e Deiver Machado; Brayan Rovira, Sebastián Gómez, Juan Pablo Ramírez (Yabur) e Pablo Cepellini; Vladimir Hernández e Hernán Barcos. Técnico: Paulo Autuori


Veja os melhores momentos do jogo:

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: