Quinta, 17 de Outubro de 2019

O Repórter

Escolas de samba da Sapucaí não terão subsídios no carnaval 2020, diz Crivella

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 30 de agosto de 2019 às 18:11
Arquivo/EBC
Marcelo Crivella, prefeito do Rio de Janeiro

RIO (OREPORTER.COM) - O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, anunciou que eventos que contem com cobrança de ingressos não seberão subsídios da administração municipal. Isso inclui o desfile das escolas de samba que desfilam na Marquês de Sapucaí.

Portanto, apenas as agremiações que desfilam na Intendente Magalhães terão o apoio municipal. Neste ano, a Prefeitura do Rio de Janeiro pagou R$ 500 mil por agremiação para o carnaval. 

“A prefeitura decidiu que não vai dar mais subvenção para nenhum evento que cobre ingresso. Então permanece o réveillon, permanece o carnaval de rua da Intendente Magalhães e permanecem outros eventos da cidade", declarou.

Segundo Marcelo Alves, presidente da Riotur, as escolas que farão desfiles na Intendente Magalhães receberão um total de R$ 2 milhões. Para os eventos de rua, a administração municipal já garantiu R$ 27 milhões. Marcelo ainda ressaltou que as escolas de samba da Sapucaí podem conseguir subvenção através das leis de incentivo à cultura, através do estado ou da União.

Em relação à transferência do Sambódromo para o governo do estado, Crivella disse que o diálogo está em aberto. "O governador disse que teria interesse em fazer o carnaval do Sambódromo. Eu acho bom", afirmou.

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: