Quarta, 20 de Novembro de 2019

O Repórter

ExpoCatólica divulga roteiros do turismo religioso

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 20 de julho de 2013 às 17:22

RIO DE JANEIRO (Agência Brasil) - Católicos e pessoas interessadas em cultura têm a chance de descobrir o que têm em comum as cidades Serrinha (BA), Guaratinguetá (SP) e Natividade (RJ) na ExpoCatólica Rio. A feira apresenta opções de destinos de turismo religioso em todo país, entre hoje (20) e sexta-feira (26). A modalidade tem o potencial de atrair cerca de 15 milhões de pessoas, segundo o Ministério do Turismo.

Na feira, que ocorre paralelamente à Jornada Mundial da Juventude (o maior encontro de jovens católicos), os estados brasileiros disputam os turistas. São Paulo montou uma réplica da Basílica de Nossa Senhora de Aparecida, o Pará trouxe a imagem original de Nossa Senhora de Nazaré – a mesma do Círio de Nazaré – e a Bahia criou um cenário para visitantes sem sentirem na Igreja de Nosso Senhor do Bonfim.

“Nós já sabemos que podemos incrementar o turismo religioso somente com os próprios baianos, mas estamos também de olhos nesses 15 milhões”, disse Weslen Monteiro, Diretor de Serviços Turísticos da Bahia. Segundo ele, Bom Jesus da Lapa – um dos principais destinos religiosos no estado, por suas grutas consideradas milagrosas – atrai milhares de romeiros e agora a estratégia é incentivar outros destinos.

“Serrinha fica linda enfeitada pelas luzes de velas acessas dos devotos”, destacou ele, sobre a Procissão do Fogaréu, que há décadas, reúne devotos na noite de Quinta-Feira Santa, quando também é encenada a Paixão de Cristo.

Pensando em levar mais turistas para o interior do estado, o Rio quer chamar atenção para a principal atração do município de Natividade: a réplica da casa de Nossa Senhora. Já em Itaboraí, na região metropolitana, são as cavalhadas que atraem visitantes, explica o secretário de Turismo do Rio, Ronald Ázaro. “Esperamos que os peregrinos da jornada voltem para conhecer esses lugares”, disse.

Em São Paulo, Guaratinguetá é a cidade onde nasceu Frei Galvão, canonizado em 2007. Lá diversos monumentos fazem referência a ele.

O turismo religioso, ou peregrinação, faz parte da vida religiosa de judeus, muçulmanos e católicos, explica o padre Valdeir Goulart, organizador da ExpoCatólica pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). A expectativa dele é receber entre 50 mil e 60 mil visitantes por dia na feira, que também conta com estandes de serviços e artigos religiosos.

Com um investimento de R$ 1,4 milhão no evento, o Ministério do Turismo quer aumentar o número de destinos religiosos e os gatos de turistas. “Queremos uma melhor a rede hoteleira e gastronômica para atrair esse público, que não fica em hotel, mas na casa de pessoas e igrejas”, disse secretário nacional de Políticas do Turismo, Sandro Fernandes.

Tags:
Turismo Religioso
  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: