Quarta, 12 de Agosto de 2020

O Repórter

Flamengo encerra Brasileirão sendo goleado pelo Santos; Flu vai à Sul-Americana

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 08 de dezembro de 2019 às 18:40 (Atualizada em 08 de dezembro de 2019 às 23:27)
Fernando Roberto/FOTOCOM.NET
O Flamengo perdeu para o Santos na última rodada do Brasileirão

RIO (OREPORTER.COM) - O Campeonato Brasileiro de 2019 chegou ao fim. Vencedor antecipado, o Flamengo se despediu da disputa com um momento raro, pois não vai poder levar sua série invicta para o ano que vem. Neste domingo (8), o rubro-negro foi goleado pelo Santos por 4 a 0, na Vila Belmiro. Assim, o Peixe encerrou a série de 28 partidas que o time da Gávea carregava desde que havia perdido para o Bahia, ainda no começo da passagem de Jorge Jesus na equipe carioca.

Em campo, o Peixe supreendeu aos 14 minutos, quando Marinho abriu o placar. O marcador apontava 2 a 0 aos 22, quando Sánchez aproveitou um recuo ruim de Filipe Luís para invadir a área e ampliar a vantagem do Alvinegro Praiano.

Na etapa complementar, o Santos seguiu pressionando e fez 3 a 0. Soteldo cruzou para Sasha, que acertou o cabeceio para deixar sua marca na partida.

A vitória santista se transformou em goleada aos 39. Marinho entregou a bola para Victor Ferraz, que cruzou para Sánchez marcar mais um.

O Flamengo encerrou o Brasileirão com 90 pontos. A vitória do Santos deixou a equipe na segunda posição, com 74, dezesseis pontos a menos que o rubro-negro.

A equipe carioca ainda tem compromissos em 2019. Agora, o rubro-negro terá pela frente o Mundial de Clubes, que será realizado neste mês, no Catar.

Escalações

SANTOS: Everson; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Jorge; Alison (Jobson), Carlos Sánchez (Sandry) e Diego Pituca; Marinho, Soteldo e Eduardo Sasha (Jean Mota). Técnico: Jorge Sampaoli

FLAMENGO: Diego Alves, Rodinei (João Lucas), Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís; Gerson, Willian Arão, Everton Ribeiro e Arrascaeta (Diego); Bruno Henrique (Vitinho) e Gabriel Barbosa. Técnico: Jorge Jesus

Fluminense vai à Copa Sul-Americana

O Fluminense conquistou a última vaga disponível para a Copa Sul-Americana de 2020. Neste domingo (8), o Tricolor das Laranjeiras foi até o Itaquerão e venceu o Corinthians por 2 a 1.

Quem brilhou foi Evanilson, jovem aposta do técnico Marcão para o ataque tricolor. O jogador marcou aos sete e aos 27 minutos, abrindo 2 a 0 logo no primeiro tempo. Aos 17 da segunda etapa, Gustavo descontou para o Timão. 

Com o resultado, o Fluminense subiu para 46 pontos e terminou a disputa em 14º lugar. O Corinthians ficou com 56, na oitava colocação.

Escalações:

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Marllon, Gil e Carlos (Lucas Piton); Gabriel e Urso (Jadson); Janderson, Mateus Vital, Vagner Love e Boselli (Gustavo). Técnico: Dyego Coelho. 

FLUMINENSE: Marcos Felipe; Gilberto, Nino, Luccas Claro e Igor Julião; Yuri, Caio Henrique, Daniel (Miguel) e Nenê; Marcos Paulo (Wellington Nem) e Evanilson (Pablo Dyego). Técnico: Marcão.

Botafogo fica no empate contra o Ceará

No Nilton Santos, o Botafogo ficou no empate por 1 a 1 diante do Ceará e não estará  em competição internacional em 2020. O resultado até classificaria o alvinegro para a Copa Sul-Americana, se o Corinthians tivesse ao menos empatado com o Fluminense em Itaquera.

Luís Henrique colocou o Botafogo na frente durante a primeira etapa, mas Thiago Galhardo converteu pênalti na segunda etapa e deixou tudo igual.

Com 43 pontos, o Botafogo ficou na 15ª posição na tabela. O Ceará ficou logo atrás, com 39, mas se salvou do rebaixamento por causa da derrota do Cruzeiro diante do Palmeiras.

Escalações

BOTAFOGO: Diego Cavalieri, Marcinho, Marcelo Benevenuto, Gabriel e Lucas Barros (Yuri); Jean, João Paulo (Wenderson) e Marcos Vinícius; Vinícius Tanque, Luis Henrique e Rhuan. Técnico: Alberto Valentim

CEARÁ: Diogo; Samuel, Valdo, Luís Otávio, e Eduardo Brock (Cristovam); William Oliveira (Pedro Ken), Auremir (Wescley), Ricardinho, Baxola e Mateus Gonçalves; Thiago Galhardo. Técnico: Argel Fucks

Vasco empata com a Chapecoense

O Vasco encerrou 2019 com um empate por 1 a 1 diante da Chapecoense, no Maracanã. Foram mais de 67 mil pessoas presentes ao estádio, mas a equipe cruz-maltina não conseguiu fazer uma festa de despedida à altura e acabou amargando um resultado igual.

Quem abriu o placar foi Yago Pkiachu, de pênalti. A Chape empatou aos 47 minutos do segundo tempo, com Vini Locatelli.

Com 49 pontos, o Vasco encerrou o Braisleirão em 12º lugar. Já a Chapecoense ficou com 32, na penúltima posição.

Escalações

VASCO: Fernando Miguel (Sidão), Yago Pikachu, Leandro Castán, Oswaldo Henríquez e Henrique; Fellipe Bastos (Marcos Júnior), Freddy Guarín e Raul; Rossi, Marrony e Ribamar (Gabriel Pec). Técnico: Vanderlei Luxemburgo

CHAPECOENSE: João Ricardo, Eduardo, Douglas, Maurício Ramos e Caíque Sá; Márcio Araújo, Tharlis (Vini Locatelli), Elicarlos e Camilo; Roberto e Arthur Gomes (Dalberto). Técnico: Emerson Cris

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: