Sexta, 30 de Outubro de 2020

O Repórter

Flamengo goleia o Independiente del Valle e se classifica na Libertadores

Rubro-negro faz 4 a 0 no Maracanã

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Rafael Max - 01 de outubro de 2020 às 00:15 (Atualizada em 01 de outubro de 2020 às 02:10)
Alexandre Vidal/Flamengo

RIO (OREPORTER.COM) - Para o Flamengo, o vexame de 5 a 0 contra o Independiente del Valle é coisa do passado. O rubro-negro voltou a enfrentar a equipe equatoriana nesta quarta-feira (30), no Maracanã, e derrotou por 4 a 0, em jogo válido pela penúltima rodada da fase de grupos da Taça Libertadores da América. Com o resultado, a equipe carioca assegurou a classificação para as oitavas de final.

O Flamengo vinha enfrentando problemas para escalar seus jogadores por causa dos testes positivos para o coronavírus, além das ausências por lesão. Para o jogo desta quarta-feira, dez jogadores retornaram após cumprir isolando, incluindo nomes como Michael e Bruno Henrique. Em campo, a equipe carioca começou pressionando e apareceu aos dois minutos, com chute de fora da área de Gabigol, passando perto da meta. Aos seis, Ortíz tentou para o Independiente del Valle, parando no goleiro Hugo Souza. 

Aos 12, mais Del Valle. Moisés Caicedo recebeu no meio e mandou o chute, parando no goleiro do Flamengo. O rubro-negro veio aos 17, quando Arrascaeta iniciou a jogada pela esquerda e rolou para Gerson, que finalizou para perto da trave. A primeira etapa seguia lá e cá, com os visitantes arriscando aos 24, com chute de Pellerano para a defesa de Hugo Souza.

O Flamengo foi mais eficiente e abriu o placar aos 25. Matheuzinho veio pela direita e cruzou para Lincoln, que finalizou e abriu o placar para o rubro-negro.

Aos 30, a equipe da casa conseguiu espaço para ampliar a vantagem. Thiago Maia entregou a bola para Gabigol, que rolou para Pedro marcar o segundo do Flamengo.

Na reta final da primeira etapa, o Independiente del Valle ainda buscou uma chance para diminuir o placar. Aos 40, Guerrero recebeu a bola de Moisés Caicedo e chutou em cima do goleiro rubro-negro. Antes do apito do intervalo, o Flamengo queimou uma substituição após Gabigol torcer o tornozelo, tendo que dar lugar a Bruno Henrique.

Aos cinco da segunda etapa, o Flamengo veio com tudo e fez o terceiro. Arrascaeta recebeu de Ramon e chutou para o goleiro. A bola voltou para Bruno Henrique, que aumentou a vantagem do rubro-negro.

O Flamengo seguia melhor em campo e tentou fazer o quarto. Aos 16, Arrascaeta iniciou a jogada e mandou o chute. O goleiro Pinos quase aceitou, mas a sorte dele é que a bola foi para a linha de fundo.

A equipe equatoriana também buscou o ataque durante o segundo tempo. Gabriel Torres tentou aos 22, parando na defesa de Hugo Souza.

Aos 26, o rubro-negro transformou a vitória em goleada. Arrascaeta encontrou Bruno Henrique, que passou pelo goleiro e finalizou, marcando o quarto do Flamengo na partida.

Mesmo com uma confortável vantagem, o Flamengo seguia atacando. Pedro tentou aos 29, parando no goleiro Pinos. Aos 33, foi a vez de Michael tentar, sendo parado pelo guarda-redes do Independiente del Valle.  Segovia ainda marcou para o time visitante, mas a arbitragem viu um impedimento. Assim, o time carioca garantiu uma grande vitória no Maracanã.

Tabela

O Flamengo foi a 12 pontos, liderando o grupo A. A próxima partida do rubro-negro na Libertadores será no di 21 de outubro, contra o junior Barranquilla, pela última rodada da fase de grupos.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO-BRA 4 X 0 INDEPENDIENTE DEL VALLE-EQU

Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Fernando Rapallini (ARG)
Assistentes: Juan Belatti (ARG) e Pablo Gonzalez (ARG)
Cartões amarelos: Gabriel Noga (Fla); Gabriel Torres; Guerrero, Alvarado (IDV)

Gols: Lincoln, Pedro e Bruno Henrique (2) (FLA)

FLAMENGO: Hugo Souza, Matheusinho (Isla), Gabriel Noga, Natan e Ramon; Thiago Maia (Diego), Gerson e Arrascaeta; Gabigol (Bruno Henrique), Lincoln (Guilherme Bala) e Pedro (Michael). Técnico: Jordi Guerrero (Auxiliar)

INDEPENDIENTE: Pinos, Landazuri, Schunke, Segovia e Preciado; Pallerano (Montaño), Moisés Caicedo e Faravelli; Guerrero (Alvarado), Ortiz (Jhon Sánchez) e Torres (Chávez). Técnico: Miguel Ángel Ramírez

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: