Quinta, 13 de Agosto de 2020

O Repórter

Flamengo vence o Fluminense e conquista o título do Campeonato Carioca

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Rafael Max - 15 de julho de 2020 às 23:10 (Atualizada em 27 de julho de 2020 às 00:04)
Marcelo Cortes/Flamengo
Vitinho fez o gol do título do Flamengo

RIO (OREPORTER.COM) - O Flamengo fez mais do que o suficiente para ser o campeão carioca de 2020. Com a vantagem do empate, o rubro-negro segurou o 0 a 0 até a reta final da partida, mas não quis saber de encerrar a competição apenas jogando com o regulamento embaixo do braço. Vitinho marcou aos 49 minutos do segundo tempo e deu a vitória para o time comandado por Jorge Jesus. Foi a 36ª conquista do clube da Gávea na história do Campeonato Carioca.

Em campo, o rubro-negro jogou buscando espaços para atacar. Pedro tentou aos 12 minutos após receber a bola de Bruno Henrique, chutando por cima do gol. A resposta do Fluminense veio dois minutos depois, com chute de Evanílson pelo lado de fora da rede.

Precisando vencer, o Fluminense tentava aproveitar as chances que tinha para buscar o gol. Aos 25, Nenê encontrou Marcos Paulo, que chutou por cima do gol. Já aos 27, foi a vez do Flamengo que tentou com um forte chute de Willian Arão para fora.

O Flamengo continuava a se movimentar, embora com dificuldades em passar pela marcação do adversário. O Fluminense, por sua vez, não conseguia mais passar para a zona de ataque, dificultando ainda mais a vida da equipe na busca pelo título. 

Aos 36, o Flamengo veio com Bruno Henrique, que rolou para Léo Pereira chutar para a defesa de Muriel. No minuto seguinte, o Fluminense até saiu para o ataque, mas Marcos Paulo chutou fraco demais, ficando fácil para Diego Alves. 

O Flamengo ainda buscou um gás na reta final da partida. Aos 42, o rubro-negro veio em cobrança de falta, a defesa do Fluminense tentou afastar, e Arrascaeta chutou para perto do gol. Dois minutos depois, Pedro quase fez para o rubro-negro após receber a bola de Everton Ribeiro. 


Flamengo e Fluminense jogaram no Maracanã (Foto: Marcelo Cortes/Flamengo)

Na etapa complementar, o Flamengo seguiu tentando buscar o gol. Aos dois, Gerson cobrou falta e mandou a bola pelo lado de fora da rede. 

Jorge Jesus teve que mexer na lateral esquerda após Filipe Luis pedir para sair, entrando Renê no lugar. Depois, para reforçar o ataque, Michael veio na vaga de Arrascaeta. Por sua vez, o Fluminense apostava em Michel Araújo e em Fernando Pacheco. Paulo Henrique Ganso entrou minutos depois.

A partida seguiu a passos lentos no decorrer da segunda etapa. Para o Flamengo, faltava criatividade em conseguir boas jogadas para o gol. Já o Fluminense sequer ameaçava o gol de Diego Alves. 

O Tricolor das Laranjeiras ganhou chance aos 32, em bola parada. Egídio cobrou falta, a bola saiu desviada e foi para a linha de fundo. 

Na reta final do jogo, o Flamengo voltou ao ataque na busca para não deixar a final sem gols. E isso deu certo aos 49, quando Vitinho pegou a bola, carregou na entrada da área e mandou o chute, encobrindo o goleiro Muriel.


O Flamengo marcou na reta final da partida (Foto: Marcelo Cortes/Flamengo)

Próximos jogos

Flamengo e Fluminense só voltam a jogar no Campeonato Brasileiro, mas vai demorar um pouco para o retorno dos dois times. O rubro-negro só joga no dia 9 de agosto, contra o Atlético-MG. No mesmo dia, o Fluminense duela contra o Grêmio.


O Flamengo é o campeão carioca de 2020 (Foto: Marcelo Cortes/Flamengo)

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 1 X 0 FLUMINENSE

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha
Assistentes: Rodrigo Figueiredo e Thiago Henrique Farinha
VAR: João Batista de Arruda e Rodrigo Carvalhães de Miranda
Cartões amarelos: Michael (FLA); Evanílson (FLU)

GOL: Vitinho (FLA)

FLAMENGO: Diego Alves, Rafinha (Gustavo Henrique), Rodrigo Caio, Léo Pereira e Filipe Luís (Renê); Willian Arão, Gerson (Diego) e ÉVerton Ribeiro; Arrascaeta (Michael), Bruno Henrique e Pedro (Vitinho). Técnico: Jorge Jesus

FLUMINENSE: Muriel, Gilberto (Michel Araújo), Nino, Matheus Ferraz e Egídio; Hudson, Dodi (Felippe Cardoso), Yago (Ganso) e Nenê; Marcos Paulo (Fernando Pacheco) e Evanílson (Caio Paulista). Técnico: Odair Hellmann

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: