Sábado, 04 de Julho de 2020

O Repórter

Georges St-Pierre finaliza Bisping e é o novo campeão dos médios do UFC

TJ Dillashaw e Rose Namajunas também conquistam cinturões; Borrachinha brilha com nocaute

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 05 de novembro de 2017 às 10:00
Divulgação/UFC

NOVA YORK, EUA (OREPORTER.COM) - Geogres St-Pierre estava afastado do MMA havia quatro anos, mas ressurgiu com alma de campeão. Em seu retorno ao Ultimate Fighting Championship, na madrugada deste domingo (5), o canadense derrotou o inglês Michael Bisping e se tornou o novo campeão dos médios da entidade, pelo UFC 217, no Madison Square Garden.

O ex-campeão dos meio-médios começou a luta com cautela, aplicando jabs para cima do europeu. Depois, St-Pierre partiu para a luta agarrada, deixando Bisping sem muitos espaços. Na reta final do primeiro round, o então campeão chegou aa ser derrubado e ainda levou um chute rodado.

No segundo round, St-Pierre mostrou superioridade no combate em pé, distribuindo socos e chutes, além de deixar Bisping encurralado nas grades. Já no terceiro, o canadense levou o duelo para o solo. St-Pierre levou algumas cotoveladas e ficou ferido, mas manteve a superioridade. Ele aplicou uma série de golpes, foi às costas do adversário e aplicou um mata-leão, finalizando o duelo.

“Não tenho palavras. Meu sonho se realizou”,disse St-Pierre após a luta.

O UFC 217 foi um evento movimentado, tendo, ao todo três trocas de cinturão. Pelos galos, TJ Dillashaw voltou a ser o detentor do título ao vencer Cody Garbrandt por nocaute, no segundo round. A vitória veio após o então desafiante aplicar um cruzado de direita, que levou o adversário ao chão. No solo, mais alguns golpes foram suficientes para decretar a vitória.

Já no peso palha feminino, a americana Rose Namajunas não deu chances para a polonesa Joanna Jedrzejczyk e se tornou a nova campeã da categoria. A vitória veio no primeiro round, com um desempenho avassalador da desafiante. A europeia levou um kockdown e chegou a se recuperar, mas não resistiu a um cruzado de esquerda e foi levada a nocaute.

O destaque brasileiro foi Paulo Borrachinha, que venceu o ex-campeão dos meio-médios Johnny Hendricks por nocaute, no segundo assalto. Foiu a terceira vitória do brasileiro no UFC, sendo a primeira fora do Brasil.

Quem também esteve presente no evento foi Ricardo Carcacinha, que derrotou o canadense Aiemann Zahabi com uma cotovelada rodada a 1m58s do terceiro round.

Veja todos os resultados:

Georges St-Pierre venceu Michael Bisping por finalização (mata-leão) aos 4m20s do 3º round - pelo cinturão peso-médio;

TJ Dillashaw venceu Cody Garbrandt por nocaute aos 2m41s do 2º round - pelo cinturão peso-galo;

Rose Namajunas venceu Joanna Jedrzejczyk por nocaute técnico aos 3m03s do 1º round - pelo cinturão peso-palha;

Stephen Thompson venceu Jorge Masvidal por decisão unânime (30-26, 30-27, 30-27);

Paulo Borrachinha venceu Johny Hendricks por nocaute técnico a 1m23s do 2º round;

James Vick venceu Joe Duffy por nocaute técnico aos 4m59s do 2º round;

Mark Godbeer venceu Walt Harris por desqualificação (golpe ilegal) aos 4m29s do 2º round;

Ovince Saint Preux venceu Corey Anderson por nocaute a 1m25s do 3º round;

Randy Brown venceu Mickey Gall por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-27);

Curtis Blaydes venceu Aleksei Oleinik por nocaute técnico a 1m56s do 2º round;

Ricardo "Carcacinha" Ramos venceu Aiemann Zahabi por nocaute a 1m58s do 3º round.

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: