Sábado, 04 de Julho de 2020

O Repórter

Gleison Tibau renova com o UFC e planeja próxima luta

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 16 de janeiro de 2014 às 17:40

RIO DE JANEIRO (O REPÓRTER) - Mesmo tendo perdido para Michael Johnson no dia 28 de dezembro, Gleison Tibau conseguiu sua permanência no UFC por mais quatro lutas. O atleta acerteou a renovação do contrato com a organização nesta quinta-feira (16).

Tibau tem 21 lutas no UFC, o que torna o brasileiro com mais aparições no octógono. Ele pode até chegar ao posto de lutador com mais presenças na história da organização, já que apenas Josh Koscheck (23), Chris Leben (22) e Frank Mir (21) seguem em atividade e aparecem à frente ou empatados em quantidades de lutas.

"Apesar de não ter sido uma surpresa (a renovação), foi, pelo menos, uma boa notícia depois da minha última luta, da derrota. Estou muito feliz por, mais uma vez, ter meu trabalho reconhecido e agradeço ao pessoal do UFC. Tenho 21 lutas e quero fazer muito mais", afirma.

O lutador espera estar presente em uma das edições que o UFC fará no Brasil. Uma das possíveis cidades é Natal, capital do Rio Grande do Norte, estado de nascimento do atleta.

"Fiquei muito animado e esperançoso ao saber disso, saber que meu estado pode receber o maior evento de MMA do mundo. Será uma honra para o povo potiguar. Se eu puder estar nesse card, será a maior felicidade de minha carreira. É um sonho que quero realizar, lutar pelo UFC em Natal", contou.

Com o revés para Michael Jonhson, Tibau viu o Top 10 da categoria ficar mais longe, mas o desânimo passou longe dele. O lutador já assistiu à reprise da luta e está trabalhando em cima das falhas que ele e sua equipe diagnosticaram para voltar a trilhar o caminho das vitórias.

"Fiquei muito triste pelo resultado, senti que fiz um primeiro round equilibrado. A partir do segundo, a estratégia era passar a derrubar, levar a luta para o chão, onde sou melhor. Isso se repetiria no terceiro round, se fosse o caso, mas vacilei na movimentação e ele me acertou", lamentou. "Quando sou derrotado, quero mais é lutar logo para poder voltar a vencer. Se eu pudesse, lutaria no dia seguinte".

Tags:
Gleison Tibau, UFC
  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: