Domingo, 15 de Dezembro de 2019

O Repórter

Guerrero brilha, Peru vira sobre a Bolívia e vence a primeira na Copa América

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Rafael Max - 18 de junho de 2019 às 20:30 (Atualizada em 19 de junho de 2019 às 12:06)
Fotos: João Gama / OReporter.com
Guerrero marcou o primeiro gol do Peru e deu a assistência para o segundo

RIO (OREPORTER.COM) - Diante de uma barulhenta e animada torcida, o Peru conseguiu a sua primeira vitória na Copa América ao derrotar a Bolívia por 3 a 1, no Maracanã, pela segunda rodada. Moreno colocou os bolivianos na frente, mas a equipe blanquirroja virou com Guerrero, Farfán e Flores. O jogador do Internacional, aliás, foi o grande destaque do jogo, sendo eleito o craque pelos torcedores.

Confira a galeria de fotos da partida

Em campo, o Peru ensaiou uma jogada ofensiva no primeiro minuto, com chute de Polo para a defesa fácil do goleiro Lampe. A equipe blanquirroja seguiu tocando a bola, na busca por espaços diante da defesa boliviana. Farfán tentava colocar a bola para Guerrero, mas sem sucesso.

A defesa boliviana se antecipava, buscando evitar que as bolas chegassem em Guerrero. A partir dos 17 minutos, a Bolívia tentou ficar mais com a bola, na procura por uma boa chance para marcar. No entanto, faltava criatividade para concluir as jogadas.

Chance de gol veio na bola parada. Aos 22, Farfán cobrou falta, e a bola passou por cima da meta adversária.

No minuto seguinte, a Bolívia veio com chute de Saucedo para fora. A equipe reclamou de um pênalti,pois a bola bateu no braço do marcador adversário.  Após momentos de suspense, o árbitro deu o pênalti para os bolivianos. Moreno foi para a bola e abriu o placar no Maracanã.

A torcida boliviana, em menor número, se empolgou após o gol. O time tentou corresponder e buscou a movimentação, tentando ficar com a bola. Já o Peru saiu ao ataque nominuto 34, mas Guerrero não conseguiu finalizar após cruzamento de Farfán.

Depois de momentos não tão produtivos, enfim um belo gol. Aos 44, Guerrero recebeu o passe de Cueva, se livrou do goleiro e tocou sem o menor problema para o gol vazio. Festa da torcida peruana, que vibrava em todo momento em que o nome do atacante do Internacional era mencionado.

O segundo tempo começou com movimentalção do Peru. Advincula apareceu no primeiro minuto, ao ajeitar a bola de fora da área. O jogador, porém chutou para fora.

Aos nove, gol dos peruanos. Cruzamento na área com Guerrero, e Farfán subiu sem problemas para cabecear e colocar a equipe blanquirroja na frente.

Em vantagem, o Peru seguiu na ofensiva, sendo empurrado pela força de sua torcida. A Bolívia, por sua vez, demonstrava suas limitações e trabalhava apenas para impedir o avanço adversário.

Os peruanos mantiveram o domínio da partida, segurando a bola rumo ao ataque. Aos 19, Cueva veio em chute defendido pelo goleiro Lampe. A Bolívia respondeu aos 22, com tentativa de Castro e rebote do goleiro, mas Saavedra não conseguiu aproveitar e mandou a bola para fora.

Aos 31, Polo parou no goleiro. Em seguida, Tapia chutou para nova defesa do arqueiro bolviano, que desviou para escanteio. Depois, Guerrero e Advincula voltaram a dar trabalho ao goleiro adversário.

O Peru manteve a bola no campo ofensivo até os minutos finais. Yotun ainda tentou de fora da área, nos acréscimos.  Ainda restou um tempo para Guerrero sair de campo sob aplausos da torcida antes do apito final. No último instante, Flores deixou a sua marca e aumentou a vantagem para 3 a 1.

Tabela

O Peru chega a quatro pontos após conquistar a sua primeira vitória no grupo A. A Bolívia ainda não pontuou na competição e pode ficar sem chances de classificação ao fim da rodada.

Neste sábado (22), o Peru enfrenta o Brasil, às 16 horas, na Arena Corinthians. No mesmo dia e no mesmo horário, a Bolívia mede forças com a Venezuela, no Mineirão.

FICHA TÉCNICA
BOLÍVIA 1 X 2 PERU

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Público: 17.550 pagantes
Árbitro: Roddy Alberto Zambrano (EQU)
Auxiliares: Christian Lescano e Byron Norberto Ibarra (ambos do Equador)

Cartões amarelos: Chumacero, Fernández, Haquin (BOL); Guerrero (PER)

GOLS: Moreno (BOL); Guerrero, Farfán e Flores (PER)

BOLÍVIA: Lampe; Bejarano, Haquin, Jusino e Bejarano; Justiniano, Saucedo (Fernandez), Castro (Álvarez) e Saavedra (Leonardo Vaca); Chumacero e Moreno. Técnico: Eduardo Villegas

PERU: Gallese; Advíncula, Zambrano (Araujo), Abram e Trauco; Tapia, Yotún,Cueva (Flores) e Polo; Paolo Guerrero (González). Técnico: Ricardo Gareca

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: