Quarta, 28 de Outubro de 2020

O Repórter

Hamilton é punido, e Gasly vence o Grande Prêmio da Itália

Francês conquistou sua primeira vitória na carreira

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 06 de setembro de 2020 às 13:30 (Atualizada em 06 de setembro de 2020 às 15:13)
Reprodução/@F1
Gasly venceu na Itália

MONZA, ITA (OREPORTER.COM) - O Grande Prêmio da Itália terminou com surpresa. Pierre Gasly, da AlphaTauri, foi o vencedor da prova, encerrando um jejum de 24 anos sem vitórias de um piloto da França na Fórmula 1 - o último havia sido Olivier Panis, em 1996. Carlos Sainz, da McLaren, ficou em segundo, e Lance Stroll da Racing Point, ficou em terceiro.

A prova começou com Lewis Hamilton na frente, que manteve a posição de honra logo após a largada. Bottas acabou perdendo a segunda posição para Sainz, além de ser ultrapsassado por Lando Norris, Sérgio Perez e Daniel Ricciardo. Outro que se deu mal foi Max Verstappen, que caiu para sétimo.

Enquanto isso, Sebastian Vettel saiu logo no começo da prova por causa de um problema do freio, sendo mais um capítulo da má fase da Ferrari na temporada. 

Na 20ª volta, Magnussen teve problemas no carro, ocasionando na entrada do safety car. Depois, o carro madrinha entrou na pista após acidente de Charles Leclerc. Para a situação ficar ainda mais embolada, Lewis Hamilton acabou punido em dez segundos de parada por causa de entrada irregular no box.

Com a relargada, Hamilton seguiu na frente, com Gasly em segundo. O britânico teve que cumprir a punição, caindo para 17º. Assim, o francês assumiu a ponta. 

Kimi Raikkonen era o segundo colocado, mas não sustentou a posição por muito tempo e acabou ultrapassado por Saizz na 34ª volta. Stroll e Norris ultrapassaram o finlandês, que acabou ficando para trás. Já Hamilton fez uma corrida de recuperação e conseguiu o sétimo lugar. Por fim, Gasly venceu a corrida, com Sainz em segundo e Stroll em terceiro.

Lando Norris, da McLaren, foi o quarto colocado, enquanto que Valtteri Bottas, da Mercedes, terminou em quinto. Daniel Ricciardo (Renault), Lewis Hamilton (Mercedes), Esteban Ocon (Renault), Daniil Kvyat (AlphaTauri) e Sergio perez (Racing Point) completaram o top 10.

Hamilton agora está com 164 pontos, liderando a temporada. Bottas tem 117 e Verstappen está com 110.

No próximo fim de semana, os pilotos disputam o Grande Prêmio da Toscana, no circuito de Mugello.

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: