Terça, 30 de Novembro de 2021

O Repórter

Hamilton usa capacete com cores da bandeira LGBTQIA+ no Catar

Piloto pediu ¨escrutínio¨ contra as violações de direitos humano

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação - 19 de novembro de 2021 às 11:49 (Atualizada em 19 de novembro de 2021 às 11:51)
divulgação / Mercedes
Capacete que Hamilton utilizará ao longo do GP do Catar

ROMA (ANSA) - O piloto britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, decidiu usar um capacete com as cores da bandeira LGBTQIA+ no Grande Prêmio do Catar de Fórmula 1, no circuito de Losail.

O heptacampeão mundial terminou o primeiro treino livre na quarta colocação, mas o seu capacete chamou bastante atenção durante os trabalhos. O design do equipamento utilizado por Hamilton foi elaborado pelo brasileiro Raí Caldato.

Além das cores da bandeira LGBTQIA+, a frase "We Stand Together" ("Estaremos Juntos") foi estampada no capacete.

Sede da Copa do Mundo de 2022, o Catar assinou um vínculo com a Fórmula 1 que é válido pelos próximos 10 anos, a partir de 2023. Em contrapartida, a Anistia Internacional define a situação dos direitos humanos da nação asiática como "extremamente problemática".

Liderada desde 2013 pelo emir Tamim bin Hamad Al Thani, a nação é alvo de várias denúncias de exploração de trabalhadores, principalmente nas obras dos estádios que serão utilizados na Copa do Mundo.

Na quinta-feira (18), o heptacampeão mundial usou suas redes sociais para pedir que sejam investigadas essas denúncias de violações de direitos humanos no Catar, assim como na Arábia Saudita.

O britânico apontou que os eventos esportivos possuem o "dever de colocar em foco esses problemas" e pediu "escrutínio" no Catar.

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: