Terça, 19 de Novembro de 2019

O Repórter

Incidente com estudante baleado pela polícia em Hong Kong gera revolta

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 02 de outubro de 2019 às 10:50 (Atualizada em 02 de outubro de 2019 às 10:50)

BRASÍLIA (Agência Brasil) - Centenas de manifestantes se reuniram em uma escola do ensino médio em Hong Kong, frequentada por um estudante de 18 anos baleado pela polícia nessa terça-feira (1º).

O incidente ocorreu quando manifestantes pró-democracia faziam passeatas em Hong Kong no Dia Nacional da China, o aniversário dos 70 anos de fundação da República Popular.

O jovem foi baleado por um policial durante confronto. A imprensa local diz que ele recuperou a consciência após passar por uma operação para retirar o projétil do peito. Ele estaria em condição estável, depois de ter sido declarado que o estado era crítico.

Seus colegas e outros estudantes se reuniram na escola e protestaram contra a violência policial, colocando as mãos no peito para mostrar solidariedade à vítima. Eles também pediram o boicote das aulas e a doação de dinheiro para ajudar o estudante.

Uma jovem disse, chorando, à NHK que ficou chocada quando ouviu que seu amigo havia sido baleado. Ela afirmou que nunca vai aceitar a brutalidade da polícia e que vai protestar não indo à escola.

O diretor da unidade quer apoiar os estudantes com acompanhamento psicológico.

O movimento pró-democracia está usando as redes sociais para pedir que os cidadãos de Hong Kong se juntem a passeatas no dia de hoje.

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: