Segunda, 13 de Julho de 2020

O Repórter

Into inaugura unidade de coleta de sangue

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 15 de agosto de 2013 às 18:20

RIO DE JANEIRO (Agência Brasil) - O Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia Jamil Haddad (Into), em São Cristóvão, na zona norte do Rio, dispõe agora de uma unidade própria de coleta de sangue. O Hemointo é uma parceira do Into e do governo do estado, e tem capacidade para atender 30 doadores por dia.

O objetivo da nova unidade é aumentar as reservas sanguíneas do instituto, que atende pacientes que passarão por cirurgias ortopédicas. A cerimônia de inauguração ocorreu hoje (15), com a presença do secretário de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, Helvécio Miranda e do secretário de Estado de Saúde do Rio de Janeiro, Sérgio Côrtes.

De acordo com Helvécio Miranda, o Hemointo será fundamental para que cirurgias eletivas não sejam desmarcadas, já que o abastecimento de sangue coletado pelo Instituto Estadual de Hematologia (Hemorio) não estava sendo suficiente, por priorizar cirurgias emergenciais. “A taxa de suspensão de cirurgias no Into era muito elevada por falta de sangue. Com a ativação desta unidade de coleta, que está funcionando há cerca de um mês, houve uma queda significativa da suspensão de cirurgias”, revela.

Para o diretor da instituição, Marcos Musafir, o novo núcleo facilitará a assistência aos paceintes. “Ter um banco de sangue coletando na própria instituição, que tem uma demanda de mil cirurgias por mês, facilitará a assistência do Hemorio. Por ter que assistir todo o estado do Rio, seu atendimento fica um pouco limitado a nós. Com essa coleta interna, poderemos aumentar o número de cirurgias, independentemente do Hemorio.”

A nova unidade de coleta fica no térreo do instituto. O setor funciona das 8h às 12h, de segunda a sexta-feira, e conta com o auxílio de 25 profissionais para coleta e transfusão de sangue.

Tags:
Into, Doação de sangue
  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: