Quinta, 02 de Abril de 2020

O Repórter

Jon Jones vence Reyes e mantém cinturão dos meio-pesados do UFC

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 09 de fevereiro de 2020 às 07:00 (Atualizada em 09 de fevereiro de 2020 às 09:36)
Divulgação/UFC
Jon Jones venceu após cinco rounds

HOUSTON, EUA (OREPORTER.COM) - Jon Jones chegou a ter dificuldades, mas garantiu mais uma vez a permanência como campeão dos meio-pesados do Ultimate Fighting Championship. Na madrugada deste domingo (9), pela disputa principal do UFC 247, ele derrotou o então invicto Dominick Reyes (48-47, 48-47 e 49-46), conseguindo a 11ª defesa bem-sucedida (de maneira não consecutiva) do título da divisão.

Reys começou atacando e chegou a desequilibrar o oponente com um jab. O primeiro raound foi com Reys apostando nso golpes rápidos, deixando Jones na defensiva.

No segundo round, porém, Reyes não consgeuiu ser mais efetivo com seus golpes. o que fez o campeão a começar a dominar o octógono. O terceiro round foi um pouco mais equilibrado, mas Reyes não era preciso na hora de atacar Jones.

Dominick Reyes buscou a reação no quarto round, tentando demonstrar mais agressividade para cima do campeão. Porém, quem demonstori vantagem foi Jon ones, que tentou derrubar o desafiante. O campeão era mais preciso nos golpes, enquanto que Reyes não demonstrava a mesma energia no começo da luta.

O campeão foi para o quinto assalto para administrar a vantagem. Jon Jones tentou derrubar o oponente, que só se defendia. O campeão acertava os seus chutes, buscando os pontos com os jurados. Por fim, vitória do "Bones" por decisão do júri.

Valentina Shevchenko mantém cinturão com nocaute

O UFC 247 teve ainda a disputa pelo cinturão dos feminino dos moscas. A campeã Valentina Shevchenko derrotou Katlyn Chookagian por nocaute, no terceiro assalto, e manteve o título.

A lutadora do Quirguistão tinha mais precisão nos ataques, enquanto que a oponente não era tão precisa. No terceiro round, a campeã levou a adversária ao solo e ficou por cima. Shevchenko travou o braço da adversária e soltou seus golpes, encerrando a luta por nocaute.

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: