Domingo, 28 de Novembro de 2021

O Repórter

Leve o Evangelho

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 25 de maio de 2021 às 11:00 (Atualizada em 25 de maio de 2021 às 14:34)

Por Monsenhor Jonas Abib*

Deus derramou o Seu Espírito do mesmo modo que derramou lá em Pentecostes, porque lá era o começo da evangelização. Era preciso uma força especial, naquele começo, onde o Senhor, dando Seu Espírito, deu os Seus dons, carismas. Ele precisava realmente fazer com que a pregação  fosse acompanhada de sinais, prodígios, curas, milagres.

E isso nunca deixou de acontecer na Igreja, mas voltou com aquela mesma força, a partir de 1967. E nós vivemos isso porque somos a geração na Igreja que está fazendo o “final”, o acabamento da evangelização.

Se era importante o derramamento do Espírito Santo, a evangelização no início, quando foram colocados os fundamentos, a partir de Pentecostes com Pedro, Tiago, João, Felipe, Estevão, Barnabé, Paulo que vem logo em seguida, é igualmente importante o derramamento do Espírito Santo, a evangelização, agora que é o acabamento.

Olhemos para humanidade, a começar por quem está próximo de nós, na nossa casa, família. Eles estão evangelizados? Estão preparados para a vinda do Senhor? Ou para ir ao Senhor? Se o Senhor o chamasse hoje, ou viesse agora, os seus estariam preparados? Eles iriam para o Céu?

Nós não queremos e não podemos perder ninguém! E o Senhor também não quer perdê-los. Daí a importância dessa evangelização. Porque Jesus disse: “Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo, e quem não crer será condenado” (Mc 16,15-16). A chance é dada.

Você não é a salvação, mas o portador do Evangelho, da mensagem, desse remédio, dessa salvação, o portador de Jesus. Você precisa levá-lo, é urgente. Os apóstolos não imaginavam, mas eles tinham mais dois mil anos na frente. Mas nós somos a geração derradeira. E a salvação que levamos é a última para aqueles que precisam ser resgatados. 

Seu irmão,
Monsenhor Jonas Abib

*Fundador da Comunidade Canção Nova, presidente da Fundação João Paulo II, mantenedora do Sistema Canção Nova de Comunicação, em Cachoeira Paulista (SP) e reitor do Santuário do Pai das Misericórdias. É um dos religiosos que mais se destacou utilizando os meios de comunicação na ação evangelizadora da Igreja Católica, na América Latina. Autor de 57 livros, CDs e DVDs, além de várias palestras em áudio e vídeo.

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: