Domingo, 26 de Setembro de 2021

O Repórter

Justiça do Rio anula eleição de Caboclo na CBF

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 26 de julho de 2021 às 21:20 (Atualizada em 26 de julho de 2021 às 22:34)

RIO (OREPORTER.COM) - A 2ª Vara Cível da Barra da Tijuca do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro decidiu anular a Assembleia Geral que mudou a forma de votação na CBF. Com isso, o pleito que elegeu Rogério Caboclo foi anulado. A entidade recorreu da decisão.

A sentença do juiz Mario Cunha Olinto Filho nomeu o presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, e o presidente da Federação Paulista de Futebol, Reinaldo Carneiro Bastos, para comandar a entidade pelos próximos 30 dias. Em nota conjunta, os dirigentes disseram que vão analisar o caso.

"Os presidentes da Federação Paulista de Futebol, Reinaldo Carneiro Bastos, e do Clube de Regatas do Flamengo, Rodolfo Landim, informam que analisarão em conjunto com federações, clubes e advogados a decisão da Justiça do Rio de Janeiro que os nomeiam interventores da Confederação Brasileira de Futebol. Tão logo tomem uma decisão, os presidentes da FPF e do Flamengo se manifestarão publicamente", diz a nota.

Neste período, eles terão que convocar o colégio eleitoral composto pelas Federações e times da primeira divisão do Campeonato Brasileiro para votarem a alteração estatutária a respeito a redefinição das regras do estatuto de 2015, incluindo os seguintes temas: pesos entre federações e clubes, exigências para candidaturas e inclusão dos times da segunda divisão no colégio.

O juiz aceitou o pedido do Ministério Público, que contestou a Assembleia Geral da CBF que determinou as regras para a realização da eleição. Em 2017,  os presidentes de federações alteraram o peso dos votos da eleição, mas não consultaram os clubes da Série A.

A CBF já vem de uma crise desde maio, quando Rogério caboclo foi afastado da CBF após uma funcionária da entidade o acusar de assédio moral e sexual.

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: