Segunda, 17 de Maio de 2021

O Repórter

Justiça ouve testemunhas no caso de maus tratos contra animais em pet shop

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 25 de junho de 2013 às 22:22

RIO DE JANEIRO (O REPÓRTER) - O juiz da 31ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro ouviu nesta terça-feira (25), quatro testemunhas no processo de maus tratos contra animais no pet shop Quatro Patas, no Engenho de Dentro, Zona Norte do Rio de Janeiro.

Os réus da ação penal são Solange Barroso Ferreira, dona do estabelecimento, e seu filho, Daniel Henriques. As quatro testemunhas são donas de cães que teriam sido agredidos no pet shop.

Na época do caso, imagens foram divulgadas na imprensa onde Daniel agride cães com socos, tapas e jogando água no focinho dos animais. Segundo uma das testemunhas, sua cadela foi o primeiro animal a aparecer no vídeo.

A dona de um outro cão disse que o animal começou a ter problemas de saúde após algum tempo frequentando o estabelecimento.

“O veterinário perguntou se ele tinha caído ou batido a cabeça. Todynho (nome do cão) parecia outro cachorro, estava agressivo, arredio e passava muito mal. Meus dois cachorros eram clientes assíduos do pet shop”, disse a testemunha.

Em um dos depoimentos, a dona do cachorro Rick afirmou que recebeu uma ligação de Solange Barroso avisando que o cão não estava bem. Ela deixava o animal a cada dois meses no local.

“Encontrei Rick praticamente desfalecido. O tosador disse que ele tinha sofrido uma parada cardiorrespiratória. Esse fato aconteceu poucos dias antes da divulgação das imagens na televisão. Depois que ficamos sabendo, o veterinário me disse que provavelmente, pelos sintomas que apresentou, ele levou um soco no pulmão”, afirmou a dona e completou: “Rick não consegue mais caminhar. Qualquer esforço que faz, fica ofegante. Além disso, ele precisa ser dopado na hora da tosa, pois fica muito agitado e nervoso”, afirmou.

Os dois réus respondem por catorze acusações de maus tratos em animais domésticos. Não houve tempo para que as testemunhas de defesa fossem ouvidas. A próxima audiência está marcada para o dia 1º de agosto.

Tags:
Pet shop, Quatro Patas, Justiça
  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: