Domingo, 24 de Outubro de 2021

O Repórter

Leitura de poemas abre ciclo de homenagens aos centenário de Vinícius de Moraes

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 07 de outubro de 2013 às 21:18

RIO DE JANEIRO (Agência Brasil) - O Sesc Casa da Gávea abre, nesta noite, no Ciclo de Leituras Dramatizadas, homenagem ao centenário do poeta Vinícius de Moraes, com declamação de poemas pela atriz e poetisa Elisa Lucinda, alunos e professores da Casa Poema e por integrantes do Coletivo FIFI (Federação Internacional de Futebol Imaginário), entre outros. A homenagem se repetirá em todas as segundas-feiras deste mês, às 21h, no encontro Cem Vinícius, Chega de Saudade!, com apresentações musicais, leitura de crônicas e  uma sessão com a leitura do texto Procura-se uma rosa, um espetáculo de Vinícius pouco conhecido do grande público. 

Nascido em 19 de outubro de 1913 na Gávea, Marcus Vinícius da Cruz de Melo Moraes, o Poetinha, foi também compositor, jornalista, teatrólogo e diplomata.

Para Elisa Lucinda, Vinícius de Moraes foi um poeta muito especial e juntou o popular ao erudito. “Ele provou que o poeta e o compositor são do mesmo ninho e que não se separam. Era também um cara erudito, com formação de diplomata. Fico muito honrada por participar deste evento”, disse Elisa à Agência Brasil.

Uma das coordenadoras da Casa Poema, que trabalha com formas de declamação, Elisa se disse emocionada por participar de um espetáculo que tem a poesia como foco. “A especialidade da Casa Poema é ensinar a falar versos e poesia de um jeito coloquial. Estou muito emocionada de fazer este trabalho. Estou sempre trabalhando e ensinando a falar poesia e hoje eu tenho a honra de falar o poema Pátria Minha, que há 15 anos atrás eu nunca decorava. Estou achando uma delícia.”

Outro motivo de animação é o fato de os espetáculos terem entrada franca. “Isso é maravilhoso, porque muita gente não iria se tivesse que pagar. A poesia tem problemas de público, em geral. Quando comecei meus espetáculos, eu nem falava que era poesia, com medo de o público não ir. Tem gente que não aparece para ver porque é traumatizada com espetáculos de poesia. Então, esta é mais uma oportunidade de mostrar boa poesia para o público”, enfatizou.

O Sesc Casa da Gávea é um espaço cultural com atividades voltadas para estudo, debate e divulgação várias formas de arte e cultura e para a produção de espetáculos teatrais, filmes, vídeos, edições de livros, programas de rádio, exposições e shows musicais.

Tags:
Vinícius de Morais
  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: