Terça, 07 de Julho de 2020

O Repórter

Lyoto Machida e Demian Maia são derrotados no UFC em São Paulo

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 29 de outubro de 2017 às 10:00
Divulgação/UFC
Derek Brunson derrotou Lyoto Machida em SP

SÃO PAULO (OREPORTER.COM) - Os brasileiros decepcionaram nas lutas principais do UFC Fight Night 199, realizado no Ibirapuera, em São Paulo. Na madrugada deste domingo (29), Dmeian Maia perdeu para o americano Colby Covington, enquanto Lyoto Machida foi brutalmente nocauteado por Derek Brunson.

Machida fazia sua luta de retorno ao UFC após 18 meses de ausência devido a uma suspensão por doping. Entretanto, o adversário maeircnao precisou de dois minutos e 30 segundos para faturar a vitória.

Na luta, Brunson tomou a iniciativa, enquanto o brasileiro chegou a se esquivar na primeira tentativa. O Dragão tentou fazer o seu jogo no decorrer da luta, mas o americano aplicou um cruzado e levou o adversário ao chão. Depois, Machida levou mais alguns golpes no solo, fazendo o árbitro decretar o nocaute.

Foi a terceira derrota seguida de Lyoto Machida no UFC. Sua última vitória foi em 2014, contra CB Dollaway.

Demian perde

Demian Maia e Colby Covington (Foto: Divulgação/UFC)

Já Demian Maia acabou derrotado na co-luta principal da noite. O americano Colby Covington venceu o duelo por decisão unânime, após três rounds. Os jurados decidiram pela vitória do americano pelos placares de 29-27, 30-27 e 30-26.

Na luta, Maia não foi bem-sucedido ao tentar levar a luta para o solo. O primeiro round transcorreu em pé, com o brasileiro chegando a abrir um corte no supercílio do americano. Ainda assim, Covington acertou bons golpes no rosto do oponente.

Covington frustrou todas as tentativas de queda do brasileiro durante o segundo assalto. Além disso, o americano levava boa vantagem na trocação em pé, acertando vários golpes de boxe para cima de Demian Maia.

Por fim, o americano manteve o ritmo no terceiro assalto e continuou a acertar o rosto do brasileiro. Demian fracassou mais uma vez na tentativa de levar a luta para o solo, saindo do octógono derrotado nas papeletas.

Após a luta, Colby Covington ainda provocou os brasileiros, chamando-os de "animais imundos". O americano saiu do Ibirapuera sob uma "chuva" de objetos jogados pelo público.

Destaques brasileiros

A noite não foi só de tristeza para os brasileiros. O grande destaque nacional foi a vitória de Pedro Munhoz sobre o porto-riquenho Rob Font. Ele precisou de quatro minutos e tres segundos para aplicar uma guilhotina. Vitória por finalização para o brasileiro.

Outro destaque foi a vitória de Francisco Massaranduba. Ele derrotou Jim Miller após três rounds, na decisão dos jurados. A vitória foi garantida principalmente na trocação, onde o brasileiro levou vantagem. Além disso, Massaranduba conseguiu boa movimentação no solo no primeiro round.

Resultados

CARD PRINCIPAL

Derek Brunson venceu Lyoto Machida por nocaute a 2m30s do R1

Colby Covington venceu Demian Maia por decisão unânime (29-27, 30-27 e 30-26)

Pedro Munhoz venceu Rob Font por finalização aos 4m03s do R1

Francisco Massaranduba venceu Jim Miller por decisão unânime (triplo 29-28)

Thiago Marreta venceu Jack Hermansson por nocaute técnico aos 4m59s do R1

John Lineker venceu Marlon Vera por decisão unânime (30-27, 29-28 e 29-28)

CARD PRELIMINAR

Vicente Luque venceu Niko Price por finalização aos 4m08s do R2

Antônio Cara de Sapato venceu Jack Marshman por finalização aos 4m30s do R1

Jared Gordon venceu Hacran Dias por decisão unânime (29-26, 29-27 e 30-26)

Elizeu Capoeira venceu Max Griffin por decisão unânime (29-28, 29-27 e 29-28)

Deiveson Alcântara venceu Jarred Brooks por decisão dividida (27-30, 29-28 e 29-28)

Marcelo Golm venceu Christian Colombo por finalização aos 2m08s do R1

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: