Quinta, 27 de Fevereiro de 2020

O Repórter

MMA: Valmir Bidu vence e fatura cinturão interino dos leves do Shooto Brasil

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 27 de julho de 2019 às 09:00 (Atualizada em 27 de julho de 2019 às 12:29)
João Baptista/Psicóticos por VT
Valmir Bidu venceu no Shooto Brasil

RIO (OREPORTER.COM) - O Shooto Brasil 93 foi realizado na noite desta sexta-feira (26), no Rio de Janeiro e trouxe como luta principal a vitória fo baiano ex-UFC Valmir Bidu, que conquistou o título interino dos leves (até 70,3kg) ao derrotar Ricardo Maisena por decisão unânime. Outro destaque foi o também ex-UFC Ronys Tores, vitorioso por finalização em cima de Paulistenio Rocha.

No main-event, Valmir Bidu encarou Ricardo Maisena pelo título interino após o campeão linear Fabrício Negão não poder participar do evento. Bidu começou  explorando os gols no boxe, enquanto Maisena apostava nos chutes. Do meio pro final do round, o baiano conseguiu derrubar e trabalhar bastante o ground and pound.  Nos dois rounds seguintes Bidu voltou a apostar na luta em pé e controlou a luta até o final para sair vencedor a faturar o cinturão interino dos leves.

Ex-campeão dos leves do Shooto, o amazonense Ronys Torres fez um grande combate contra Paulistenio Rocha. Com um bom jogo de chão, ele aplicou uma kimura e venceu por finalização. Este foi o 39° triunfo da carreira do lutador. 

Marido e mulher lutam no mesmo card e são derrotados 

O evento desta sexta teve as presençar de Ricardo e Aline Sattelmayer, que são marido e mulher. O casal encarou Pedro Falcão e Danny Fênix, respectivamente, mas não tiveram finais felizes. Ricardo foi derrotado por Falcão por nocaute após golpes potentes no ground and pound. Já Aline foi nocauteada no terceiro round.  Danny teve o apoio de Jéssica Bate-Estaca, campeã do UFC, que é companheira de treinos da vencedora e acompanhava a luta na plateia.

Outro destaque foi o combate entre Thiago Manchinha Marcos Sorriso. Depois de um bom início na trocação, Sorriso deixou ser derrubado e acabou finalizado por Manchinha com um belo mata-leão e  menos de dois minutos de luta.

O Shooto 93 também teveo nocaute de Júnior Luiz diante de Diego Barcelos. Pupilo de Pedro Rizzo, Júnior encaixou um cruzado que apagou o advers[ario de imediato.

Shooto Brasil 93 - Resultados oficiais

Valmir Bidu venceu Ricardo Maizena por decisão unânime

Ronys Torres finalizou Paulistenio Rocha com uma kimura aos 2min e 37seg do primeiro round

Thiago Manchinha finalizou Marcos Sorriso com uma mata-leão a 1min e 50seg do primeiro round

Pedro Falcão venceu Ricardo Sattelmayer por nocaute a 1min e 16seg do primeiro round

Junior Luiz venceu Diego Barcelos por nocaute a 1min e 16seg do segundo round

Vanilton Antunes venceu Márcio Henrique por nocaute técnico aos 3min e 16seg do terceiro round  

Danny Fênix venceu Aline Sattelmayer por nocaute técnico a 1min e 37seg do terceiro round

Ary Santos venceu Cláudio Rocha por nocaute técnico a 1min e 37seg do primeiro round

Adriano Rodrigues venceu Jorge Filho por decisão unânime

Marcos Vuvuzela finalizou Alexandre Aragao com um mata-leão aos 3min e 40seg do primeiro round

Alberto Pantoja venceu Daniel Wagner por nocaute técnico aos 2min e 58seg do primeiro round

Silas Lima venceu Victor Buldoguinho por decisão dividida

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: