Quarta, 01 de Dezembro de 2021

O Repórter

Marlon Moraes é derrotado por Cory Sandhagen no UFC; Edson Barbosa vence

Brasileiros foram as atrações no UFC Fight Night realizado em Abu Dhabi

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 11 de outubro de 2020 às 00:23 (Atualizada em 11 de outubro de 2020 às 00:42)
Divulgação/UFC
Marlon Moraes acabou derrotado por Cory Sandhagen por nocaute técnico

ABU DHABI, EAU (OREPORTER.COM) - O brasileiro Marlon Moraes voltou ao octógno do UFC após vencer José Aldo em dezembro do ano passado. Entretando, ele não foi bem e acabou derrotado pelo norte-americano Cory Sandhagen na luta principal do UFC Fight Night 179, realizado na "Ilha da Luta", em Abu Dhabi. O duelo foi válido pela categoria dos galos.

Os dois lutadores alternaram bons momentos na trocação durante o primeiro assalto. Mas, logo no início do segundo round, Cory aplicou um chute rodado na cabeça do brasileiro e garantiu a vitória por nocaute técnico. A vitória veio com um minuto e três segundos de round.

Cory volta a vencer após ter perdido para Aljamain Sterling, em junho do ano passado. Já o brasileiro acumula sua segunda derorta nos últimos três confrontos.

O evento teve vitória brasileira. Em duelo válido pela categoria dos penas, Edson Barboza derrotou o finlandês Makwan Amirkhani por decisão unânime (30-27, 30-26 e 29-28). O brasileiro volta a vencer após três derrotas seguidas no octógono.

Edson Barboza foi superior na luta, garantindo seus pontos ao aplicar chutes no oponente. No segundo assalto, o brasileiro ainda conseguiu um knockdown para cima do oponente. Depois, veio mais um knockdown, mas o finlandês conseguiu levar o duelo para o terceiro round.

No round decisivo, Amirkhani conseguiu uma queda e levou o duelo para o solo. O brasileiro se defendeu e deixou a luta sem muita ação, fazendo o árbitro mandar os dois ficarem em pé de volta. Assim, Edson Barbzoa manteve a vantagem no duelo em pé e garantiu a vitória.

Edson Barboza venceu na decisão do júri (Foto: Divulgação)

Mais brasileiros

Outros brasileiros não tiveram a mesma sorte. No card principal Markus Maluko não resistiu a uma série de golpes do sul-africano Dricus du Plessis e acabou nocauteado no primeiro assalto. 

Já no card preliminar, Rodrigo Zé Colmeia só ficou 45 segundos em ação, pois foi nocauateado por Chris Daukaus logo no primeiro assalto. Já Bruno Bulldoguinho perdeu para Tagir Ulanbekov por decisão unânime (29-28, 30-27 e 29-28 .

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: