Sexta, 28 de Fevereiro de 2020

O Repórter

Médico que liderou protesto na chegada de colegas cubanos diz que vaias foram para Ministério da Saúde

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação - 29 de agosto de 2013 às 12:57

RIO DE JANEIRO (O REPÓRTER) - O médico e ex-vereador José Maria Ponte, que também é presidente do Sindicato dos Médicos do Ceará (SimeC) foi o líder dos protestos que marcaram a chegada dos médicos cubanos ao desembarcaram em Fortaleza, na última terça-feira (27), por conta do Programa Mais Médicos, do Governo Federal.

Em entrevista ao blog do jornalista Eduardo Guimarães, Ponte afirmou que que “Ninguém vaiou médico cubano, mas quem estava com eles”. E que a vaia só ocorreu porque “Não dava para não misturar se estava todo mundo junto”.

Ainda segundo o médico, “a vaia, na verdade, foi para aquelas pessoas que tiveram a ideia absurda de trazer esses médicos para cá, inclusive com trabalho escravo sem nenhum compromisso a não ser com o compromisso ideológico do Partido dos Trabalhadores”.

Confira trechos da entrevista ao Blog da Cidadania.

Blog – Sr. José Maria Pontes, sobre esse caso do ato do seu sindicato contra os médicos cubanos, o senhor deu uma declaração de que as vaias e tudo mais que foi feito ali não teria sido contra eles.

José Maria Pontes – Não, na realidade, pra que as pessoas entendam, nunca ninguém teve intenção de atingir os médicos, porque naquela manifestação os médicos cubanos que chegaram ao Ceará foram recepcionados pelo Ministério da Saúde. O Odorico, que é representante do Ministério, é cearense.

O ato foi feito contra essa postura [do Ministério da Saúde] de trazer os médicos cubanos sem o Revalida. A nossa manifestação tinha uns 70, 80 médicos. Inclusive barraram a nossa entrada na Escola de Saúde Pública e nós ficamos do lado de fora com carro de som, fazendo manifestação e quando eles [os médicos cubanos] saíram, realmente levaram uma bruta vaia.

Quer dizer, não os médicos, né… Foi direcionado ao Odorico, porque ele saiu cercado por médicos [cubanos], como se estivesse protegido. E tudo foi direcionado a ele. Inclusive, né,a...

Blog – Quando fala em Odorico, o senhor se refere a quem?

José Maria Pontes – Odorico Monteiro é o representante do Ministério da Saúde. É cearense e é uma das pessoas responsáveis por essa situação.

Confira a entrevista na íntegra aqui.

Tags:
vaias, protestos, médicos cubanos, programa mais médicos
  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Comentários (11)
  • Raimundo (Belém pa)

    Deve ser outro médico vagabundo que bateu o ponto e foi gazetar..triste..parece piada, a classe médica está mais desmoralizada que os políticos..ou será que eles vão dizer que é pegadinha do silvio santos ???? deveriam meter a cabeça no imenso buraco que cavaram durante todos esses anos..começem a trabalhar seus vagabundo..deixem os cubanos mostrarem que são mais bem formados que vocês..os médicos brasileiros deveriam ser submetidos ao revalida (99% não passariam) e também trabalharem 08 horas diárias como todos nós brasileiros e cubanos...

    29/08/2013 12:35 :: 2 usuários concordam Carregando...
  • Enes Oliveira (Coronel Xavier Chaves)

    Então, Zé Maria, você vai ser vaiado por onde andar. O Ceará está com vergonha de você.

    29/08/2013 12:34 :: 2 usuários concordam Carregando...
  • Ribamar (Rio de Janeiro)

    Bom dia. Aos nobres médicos cubanos e demais médicos de outras nacionalidades. O MEU MUITO OBRIGADO por vocês estarem aqui para ajudar uma grande maioria de brasileiros que tem pouca ou quase nenhuma assistência em sua precária saúde. Que Deus os proteja e nos conceda por um bom tempo a honra de suas presenças.

    29/08/2013 12:18 :: 2 usuários concordam Carregando...
  • henrique (sao paulo)

    Aham... Isso é o medo de levar um processo por descriminação. Diga-se de passagem, é crime inafiançável. Se o protesto era contra o MS, por que eles não foram protestar em Brasília? Por que eles apontaram o dedo na cara dos médicos cubanos? Por que esperaram os médicos desembarcarem para começar a gritaria? Eu acho muito irônico isso. Antes, os médicos brasileiros criticavam o programa "Mais Médicos", porque os profissionais não precisavam passar pelo revalida. Quando notaram que o projeto dispensa o procedimento de revalidação, eles mudaram o discurso. Agora, a classe médica se diz "preocupada porque os cubanos vão trabalhar em regime de escravidão sem receber salários". Ou seja: antes, eles criticavam os médicos que iriam atuar sem passar pelo Revalida. Agora, estão preocupados com a situação salarial dos colegas cubanos. Que coisa, heim?

    29/08/2013 12:15 :: 2 usuários concordam Carregando...
  • Raimundo (Ananindeua pa)

    deve ser outro "médico brasileiro" vagabundo que bateu o ponto e foi embora gazetar..seus pilantras..deveriam meter a cabeça no buraco tão fundo que vocês mesmos cavaram durante todos esses anos..sejam BEM VINDOS os cubanos, e não liguem para esses babacas..é inveja por não serem bem formados e não terem coragem de trabalhar...

    29/08/2013 12:01 :: 1 usuário concorda Carregando...
  • Milton Guimaraes (Jaraguá do Sul)

    Mentiroso descarado, prá quem foi que eles bradavam "escravos, escravos"?

    29/08/2013 12:00 :: 1 usuário concorda Carregando...
  • Valter Spirandelli (Osasco/SP)

    Sr. José Maria sugiro faz uma gigantesca mobilização contra os médicos e diretores de hospitais que, marcam o ponto e vazam, deixando uma multidão de pacientes ao "Deus Dará", morrendo por falta de atendimento.

    29/08/2013 11:58 :: 1 usuário concorda Carregando...
  • MONTANHA ()

    com certeza é mais um medico que bate o ponto e vai embora pra casa, isso ele não conta pra ninguem e nem faz protesto....

    29/08/2013 11:41 :: 2 usuários concordam Carregando...
  • HOSANNAH LEITE (Feira de Santana - Bahia)

    Triste posição deste J.Maria. Será mesmo que é um médico? E o seu juramento permite bloquear atendimentos aos mais necessitados? Ah! é um médico e político! É preciso conhecer as necessidades do sertão nordestino, o que este cidadão parece desconhecer. Aliás ele conhece bem. O que quer é a reserva de mercado para a espoliação deste sofrido povo que com suor e lágrimas clama por melhores condições de vida. Quando avizinha-se uma alternativa, lá vem os Zés Marias (doutor???) que, com medo de ser comparado aos cubanos, esconde-se nos protestos para encobrir a sua incompetência e preconceito. Tristes pessoas! Hosannah Leite

    29/08/2013 11:21 :: 15 usuários concordam :: 1 usuário discorda Carregando...
  • HELCIO MARTINS DA SILVA (juiz de fora)

    sr jose maria faz o revalida nos medicos brasileiros que nao passa um!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    29/08/2013 10:20 :: 16 usuários concordam Carregando...
  • Celso Amir Neumann (Colombo-PR)

    Este medicozinho Cearense do caralho,e um baita FDP!

    29/08/2013 09:53 :: 11 usuários concordam Carregando...
Deixe seu comentário
Mensagem: