Domingo, 05 de Julho de 2020

O Repórter

Monitor de Violência Doméstica durante distanciamento social é lançado no Rio

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 05 de junho de 2020 às 10:07 (Atualizada em 05 de junho de 2020 às 10:12)

RIO (OREPORTER.COM) - O Instituto de Segurança Pública (ISP) divulgou nesta sexta-feira (5) o Monitor da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher no Período de Isolamento Social. A iniciativa veio após o governo estadual adotar medidas restrititvas para conter o avanço do coronavírus, o que aumentou o número de pessoas em casa no Rio de Janeiro. Dessa forma, houve uma maior atenção nos casos de violência doméstica no estado.

De acordo com o ISP, 13 de março a 30 de abril, houve queda no número de registros de ocorrências realizados nas delegacias de polícia no estado, tendo como comparação o mesmo período do ano passado. Para o órgão, essa diminuição pode ter sido provocada por conta da restrição à circulação das pessoas, resultando na subnotificação dos casos. 

Na análise, é possível observar redução de todas as formas de violência contra a mulher: 65,4% do número de mulheres vítimas de Violência Moral (1.571 em 2020 contra 4.537 em 2019); 60,8% do de Violência Patrimonial (322 em 2020 contra 822 em 2019); 58,8% das vítimas de Violência Psicológica (2.467 em 2020 contra 5.993 em 2019); 51,6% das de Violência Sexual (464 em 2020 contra 959 em 2019); e de 43,7% das vítimas de Violência Física (3.321 em 2020 contra 5.889 em 2019). Os crimes tipificados pela Lei Maria da Penha também apresentaram diminuição: 48,5% (5.457 em 2020 contra 10.594 em 2019).

Apesar do número de vítimas ter apresentado queda nos crimes analisados, a proporção de crimes que ocorreram em casa aumentou para os crimes mais graves. No período analisado em 2020, 68,8% das mulheres vítimas de Violência Física (60,8% em 2019) e 72,4% de Violência Sexual (55,4% em 2019) foram vitimadas dentro de casa.

Os dados são provenientes dos registros de ocorrência da Secretaria de Estado de Polícia Civil, das ligações para o Serviço 190 da Secretaria de Estado de Polícia Militar e das ligações para a Central de Atendimento do Disque Denúncia.

Saiba mais

Fique por dentro das notícias do Rio de Janeiro seguindo as nossas redes sociais. Estamos no Facebook , no Instagram, no Twitter e no Telegram. Você também pode falar conosco pelo nosso WhatsappOREPORTER.COM, Informação de verdade na Internet.

 

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: