Terça, 29 de Setembro de 2020

O Repórter

Morre David do Pandeiro, intérprete de escolas de samba do Rio

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 21 de julho de 2020 às 11:25 (Atualizada em 21 de julho de 2020 às 12:20)
Reprodução
David do Pandeiro tinha 61 anos

RIO (OREPORTER.COM) - Morreu na noite desta segunda-feira (20), aos 61 anos, o sambista David do Pandeiro. Ele era intréprete de escolas de samba, passando por várias agremiações do carnaval carioca.

De acordo com familiares, David passou mal em casa e foi levado para uma clínica em Cascadura, Zona Norte do Rio de Janeiro. Ele morreu por volta das 19h40.

Como intérprete de escolas de samba, David começou na década de 1980 como apoio da Estação Primeira de Mangueira. Pasosu por Tupy de Braz de Pina, Grande Rio, Estácio de Sá, São Clemente, Unidos da Tijuca, Imperatriz Leopoldinense, Acadêmicos de Santa Cruz, Viradouro e Mocidade.

Esteve na Acadêmicos do Sosseso, em Niterói, no ano de 2016. De 2017 a 2018 foi intérprete da Unidos de Lucas.

Dentre os sambas que David cantou na Marquês de Sapucaí estão "O dono da Terra" (campeã do Grupo de Acesso de 1999 com a Unidos da Tijuca), "Nem todo Pirata tem Perna de Pau, Olho de Vidro e a Cara de Mau" (quarto lugar com a Imperatriz Leopoldinense, em 2003), "Breazail" (quinto lugar com a Imperatriz Leopoldinense, em 2004) e "Paz e amor, o sonho não acabou..." (quinto lugar no Grupo de Acesso com a Santa Cruz, em 2011).

O enterro será na tarde desta terça-feira (21), no Cemitério do Murundu, em Realengo, na Zona Oeste.

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: