Sexta, 18 de Outubro de 2019

O Repórter

Morre João Gilberto, o criador da Bossa Nova

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 06 de julho de 2019 às 16:23
Reprodução
João Gilberto morreu aos 88 anos

RIO (OREPORTER.COM) - Morreu neste sábado (6), aos 88 anos, o cantor e compositor João Gilberto. Ele é um dos ícones da música brasileira, sendo o introdutor do gênero conhecido como Bossa Nova.

A morte do cantor foi confirmada por Marcelo Gilberto, filho do artista. A causa do falecimento não foi informada.

Nascido em Juazeiro, na Bahia, em 10 de junho de 1931, João Gilberto Pereira de Oliveira foi para o Rio de Janeiro em 1950. Gravou um disco de 78 rotações com o grupo Garotos da Lua. Em 1952, ainda sem o violão característico, gravou um disco solo, sem muito sucesso.

Sua vida na música mudou completamente em 1958. A canção "Chega de Saudade" trouxe o ritmo de violão característico da Bossa Nova, trazendo um novo marco à música brasileira. A música foi lançada em abril daquele ano para o álbum "Canção do Amor Demais", de Elizeth Cardoso, mas a canção ganhou ainda mais projeção na voz do próprio João Gilberto que lançou um isco de 78 rotações que trazia também a faixa "Bim Bom".

Em 1959, Gilberto lançou a música "Desafinado", uma resposta às críticas sobre o seu estilo musical. A canção também se tornou outro marco da Bossa Nova.

A consolidação do estilo veio em 1962, quando João participou de um concerto no  Carnegie Hall, em Nova York. Em 1963, esteve em uma turnê pela Europa, passando por Itália e França. Durante a década de 1970, João Gilberto residiu nos Estados Unidos, onde fez diverssos shows e gravou trabalhos de sucesso. 

Na década de 1980, voltou a residir em terras brasileiras. Em 1981, gravou o álbum "Brasil", com Caetano Veloso, Gilberto Gil e Maria Bethânia.

O sucesso internacional fez João Gilberto ser indicado ao Grammy algumas vezes. A parceria com o saxofonista Stan Getz fez o cantor ganhar quatro prêmios em 1965: Álbum do Ano, Gravação do Ano (esta creditada a Astrud Gilberto e Stan Getz, por "The Girl from Ipanema"), Solista de Jazz (Stan Getz) e  Engenharia de Som.

Em 1977, foi indicado a melhor peformance de jazz pelo Grammy com o trabalho "Amoroso". Em 1989, o álbum "Live in Montreux" recebeu a indicação pela mesma categoria. Em 2001, o disco "João Voz e Violão" ganhou na categoria World Music.

João Gilberto foi casado com Astrud Evangelina Weinert, que ficou conhecida como Astrud Gilberto. Único filho dessa relação, João Marcelo, nasceu em 1960.

Em 1965, casou-se com a cantora Miúcha. Dessa união nasceu Bebel Gilberto, que também é cantora. 

Nos últimos anos, residia no Leblon, Zona Sul do Rio de Janeiro. Raramente aparecia publicamente e seu último álbum havia sido gravado em 2000. Uma de suas raras aparições na década passada foi em 2008, quando fez apresentações em São Paulo, no Rio, em Salvador e no Carnegie Hall para celebrar os 50 anos da Bossa Nova. 

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: