Domingo, 24 de Outubro de 2021

O Repórter

Morre Tom Clancy, rei dos romances de espionagem

Escritor e roteirista, era famoso por escrever suspenses

  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Redação... - 02 de outubro de 2013 às 14:41

NOVA YORK, EUA (ANSA) -  O escritor e roteirista norte-americano Tom Clancy, conhecido como rei dos romances de espionagem, faleceu nesta terça-feira (1) aos 66 anos em um hospital em Baltimore, confirmaram hoje fontes próximas ao autor.

Ao longo de três décadas de carreira, o autor teve uma prolífica produção, sendo que diversos de seus romances foram levados ao cinema e até mesmo ao mundo dos vídeo-games.

Clancy trabalhou como professor e corretor de imóveis antes de fazer sucesso no começo da década de 1980 com o livro "Caça ao Outubro Vermelho" -- que foi levado posteriormente ao cinema.

O autor criou um império baseado em uma série de intrigas internacionais que tiveram início em plena Guerra Fria. Ele ganhou o título de "rei do tecnothriller" por conta da abundância de dados militares em suas novelas, entre elas "Jogos Patrióticos" (1987), "A Soma de Todos os Medos" (1991) e "Perigo Real e Imediato" (1989).

Um problema na visão impediu que seguisse carreira militar. Tornando-se escritor, assombrou seus leitores, entre eles John Lehman, ex-secretário da Marinha de Bill Clinton, por seu conhecimento minucioso nos armamentos que descrevia em suas novelas.

Seus personagens mais célebres de ficção são Jack Ryan -- que já foi interpretado por Harrison Ford, Ben Affleck e Alec Baldwin no cinema -- e John Clark, encarnado por Willem Dafoe.

Seu próximo livro, "Autoridade de Comando" (em tradução literal do inglês) tem data de publicação prevista para o próximo dia 3 de dezembro. Sua última obra, "Threat Vector", publicada no final de 2012, liderou a lista editada pelo jornal "The New York Times" de livros mais vendidos nos Estados Unidos, assim como outras 16 obras de sua autoria ao longo de sua carreira.

Nascido em Baltimore, em 1947, Clancy, faleceu em sua cidade natal, no Johns Hopkins Hospital, em decorrência de uma enfermidade que não foi divulgada.

Republicano convicto, educado por jesuítas, o escritor era militante de direita e membro vitalício da Associação Nacional de Rifles (NRA, na sigla em inglês).

Ele chegou a dedicar muitos de seus livros a líderes republicanos, como o ex-presidente dos Estados Unidos Ronald Reagan (1981-1989).

Após as atentados de 11 de setembro de 2001, ele chegou a acusar os democratas de serem também culpados pelo ataque por terem "esvaziado" os fundos da CIA.

O autor viveu em seus últimos anos de vida em uma mansão de frente ao mar nas proximidades de Baltimore.

Tags:
Tom Clancy
  • Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Reportar um erro
Deixe seu comentário
Mensagem: